Falcao confirma festa "colchonera"

Hannover 96 1-2 Club Atlético de Madrid (total: 2-4)
Mame Diouf ainda deu esperança aos alemães, mas a equipa de Madrid confirmou a presença nas meias-finais com um novo triunfo por 2-1.  

Adrián López (à esquerda) celebra o golo com o companheiro de equipa Diego Godin
Adrián López (à esquerda) celebra o golo com o companheiro de equipa Diego Godin ©AFP/Getty Images

O Club Atlético de Madrid confirmou a presença nas meias-finais da UEFA Europa League, ao vencer, novamente por 2-1, no terreno do Hannover 96. 

A equipa espanhola, com Tiago no onze, foi sujeita a intensa pressão antes e depois do intervalo, mas Adrián López sossegou os nervos "colchoneros" quando abriu o marcador no início da segunda parte. Mame Diouf empatou o jogo e devolveu a esperança ao Hannover, com Sérgio Pinto na equipa, mas ainda faltava o golo da ordem de Falcao que, aos 87 minutos, selou o apuramento. O Atlético vai defrontar o Valencia CF nas meias-finais, equipa que os madrilenos também eliminaram na caminhada para a vitória na prova de 2010.  

O início do encontro foi uma autêntica batalha táctica, mas a precisar de marcar depois da derrota (2-1) na primeira mão, aos poucos o Hannover começou a ter mais iniciativa. Diouf era uma ameaça constante no ataque germânico, que tinha muita posse de bola, mas criava poucas oportunidades perante a bem organizada defesa adversária. 

O treinador do Hannover, Mirko Slomka, tinha afirmado, antes do encontro, que não fazia parte do estilo do Atlético limitar-se a defender, mas a perspectiva do técnico estava errada. Um frágil cabeceamento de Adrián foi a única coisa que os visitantes conseguiram fazer na primeira parte, mas, ao intervalo, estavam na frente da eliminatória.  

O Hannover precisava de uma estratégia ainda mais audaciosa para a segunda parte, mas isso envolvia riscos e, perante avançados de grande qualidade como tem o Atlético, qualquer chance podia ser decisiva. Foi o que aconteceu aos 63 minutos, quando Adrián Lopez passou por Emanuel Pogatetz, dançou à frente do guarda-redes Ron-Robert Zieler e Christian Pander antes de atirar para o fundo da redes.   

Pander quase apanhava o guarda-redes do Atlético, Thibaut Courtois, distraído na cobrança de um canto directo, à medida que o Hannover se mostrava cada vez mais desesperado para voltar à discussão da eliminatória. E a nove minutos do final, Diouf deixou os germânicos a um golo de empataram o duelo dos quartos-de-final, mas ainda faltava o tento da ordem do melhor marcador da última edição da UEFA Europa League. Após um passe fantástico de Diego, Falcao deixou a bola bater na relva antes de disparar para o fundo da baliza de Zieler.