Hannover procura surpreender Atlético

O Hannover é a menos experiente das equipas ainda em prova nas competições europeias, mas vai dar tudo para se mostrar à altura do decisivo embate dos quartos-de-final Europa League ante o Atlético de Madrid.

Mame Diouf festeja depois de marcar o golo do Hannover na partida da primeira mão, em Madrid
Mame Diouf festeja depois de marcar o golo do Hannover na partida da primeira mão, em Madrid ©AFP/Getty Images

O Hannover 96 é a menos experiente das equipas que ainda se encontram em prova esta temporada nas competições europeias, mas a formação germânica vai dar tudo para se mostrar à altura deste decisivo embate da segunda mão dos quartos-de-final UEFA Europa League, em casa, frente ao Club Atlético de Madrid.

• Eduardo Salvio (aos 89 minutos) apontou o golo que garantiu a vitória do Atlético em Madrid. Falcao (aos 9') havia conferido uma vantagem madrugadora aos homens da casa, naquele que foi o 400º golo do clube nas provas da UEFA, mas Mame Diouf restabeleceu a igualdade aos 38 minutos.

Encontros anteriores
• Estes quartos-de-final da UEFA Europa League constituem o primeiro frente-a-frente entre as duas equipas nas competições europeias.

• O único anterior desafio do Hannover com uma equipa espanhola teve lugar já esta época, no "play-off" da UEFA Europa League, quando, contra todas as expectativas, eliminou o Sevilla FC, vencendo por 2-1 em casa e empatando 1-1 em Sevilha.

• O registo do Atlético em 31 jogos frente a equipas alemãs é de 14 vitórias, seis empates e 11 derrotas (quatro triunfos, três empates e sete desaires em solo alemão).

• Três desses jogos foram disputados em terreno neutro – a final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1974, em Bruxelas, ganha pelo FC Bayern München por 4-0 no jogo de repetição, depois de um empate 1-1; a segunda mão das meias-finais da edição 1961/62 da Taça UEFA, frente ao SC Motor Jena – actualmente FC Carl Zeiss Jena – realizada em Malmo, Suécia. O Atlético ganhou por 4-0.

Retrospectiva
• O Hannover ainda não perdeu qualquer jogo em casa nas provas da UEFA. Nas duas participações europeias que realizou até à data, a formação germânica somou, no seu terreno, cinco vitórias e dois empates.

• O Atlético perdeu apenas um dos últimos oito encontros que disputou fora de portas na Europa, nos quais obteve cinco vitórias e dois empates. Essa única derrota teve lugar já esta época, quando a formação madrilena se viu batida por 2-0 no terreno da Udinese Calcio, durante a fase de grupos.

• O Hannover participa nas competições europeias apenas pela segunda vez no seu historial e esta é a primeira vez que segue em prova depois do Natal. A sua experiência anterior, na Taça dos Vencedores das Taças, em 1992/93, terminou com a eliminação na primeira ronda, frente ao SV Werder Bremen, com um resultado total de 4-3.

• O Atlético esteve pela última vez nos quartos-de-final em 2010. Eliminou o Valencia CF e depois o Liverpool FC para alcançar a final, que ganhou por 2-1 ao Fulham FC, em Hamburgo.

• O último jogo que o Hannover disputou em casa nas competições europeias, nos oitavos-de-final, terminou com uma vitória por 4-0 sobre o R. Standard de Liège. Foi a maior vitória de sempre do emblema germânico nas provas da UEFA.

Factos das equipas
• Klaas-Jan Huntelaar, do FC Schalke 04, é o melhor marcador da UEFA Europa League até ao momento, com nove golos. Dos avançados ainda em prova, Falcao, do Atlético, é o mais directo perseguidor, com sete golos. O colombiano estabeleceu um novo recorde na competição na época passada, ao apontar 17 golos quando ganhou o torneio ao serviço do FC Porto.

• Adrián López e Falcao são os únicos jogadores a terem participado nos 11 jogos do Atlético desde o início da fase de grupos. Entre eles, marcaram 12 dos 23 golos da equipa.

• Diego, médio-ofensivo brasileiro do Atlético de Madrid, conhece muito bem o futebol alemão, tendo representado o Werder Bremen (2006-09) e o VfL Wolfsburg (2010-11), clube que esta temporada o emprestou à formação madrilena. Apontou um total de quatro golos nos sete jogos em que defrontou o Hannover.

• O treinador do Hannover, Mirko Slomka, liderou o clube, que anteriormente tinha representado como jogador e treinador-adjunto, às competições europeias, graças ao quarto lugar na Bundesliga no final da sua época de estreia.

• Na Taça UEFA de 2005/06, Slomka liderou o Schalke desde os 16 avos-de-final até às meias-finais, depois de substituir Ralf Rangnick como treinador, após a fase de grupos.

• Diego Simeone substituiu Gregorio Manzano como treinador do Atlético a 23 de Dezembro. O antigo médio da selecção argentina registou duas passagens pelo clube, onde conquistou a "dobradinha" doméstica em 1995/96. Ganhou a Taça UEFA em 1997/98 ao serviço do FC Internazionale Milano, e treina na Europa pela segunda vez, depois de ter ajudado o Calcio Catania a evitar a descida da Serie A em 2010/11.

Últimas eliminatórias
• O vencedor desta eliminatória vai defrontar AZ Alkmaar ou Valência nas meias-finais, disputando a primeira mão em casa. O vencedor dessa eliminatória será designado como equipa da casa na final de Bucareste, na Arena Nacional, a 9 de Maio.

• O Hannover nunca jogou em Bucareste, enquanto o Atlético já esteve três vezes na capital romena, onde somou uma vitória, um empate e uma derrota.

• O Atlético eliminou o Valência, graças ao maior número de golos fora, nos quartos-de-final da edição 2009/10 da UEFA Europa League.

• Houve uma final 100 por cento espanhola na Taça UEFA em 2006/07, quando o Sevilla FC venceu o RCD Espanyol nos penalties, após um empate a dois golos.

• Em relação aos potenciais adversários na final, o Atlético apenas defrontou o Sporting nas competições europeias, eliminando-o graças aos golos marcados fora, nos oitavos-de-final da edição 2009/10 da UEFA Europa League, a caminho de conquistar o troféu.

• O Hannover não defrontou nenhum dos seus potenciais adversários na final em jogos das competições europeias, apesar de conhecer o FC Schalke 04 – outrora treinado por Slomka – dos confrontos na Bundesliga.

• Houve também já uma final 100 por cento alemã na Taça UEFA em 1979/80, quando o Eintracht Frankfurt bateu o VfL Borussia Mönchengladbach graças ao maior número de golos marcados fora.

Estatísticas da competição
• Uma versão actualizada do Livro de Estatísticas da UEFA Europa League (em inglês) está disponível no seguinte link:
http://www.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=1750416.html