AZ e Valência encontram-se na Holanda

AZ e Valência defrontam-se pela primeira vez nos quartos-de-final da UEFA Europa League, depois de a equipa espanhola ter afastado outro adversário proveniente da Holanda na ronda anterior.

O AZ Alkmaar comemora a passagem aos quartos-de-final
O AZ Alkmaar comemora a passagem aos quartos-de-final ©Getty Images

O AZ Alkmaar vai tentar chegar às meias-finais da UEFA Europa League quando defrontar Valencia CF, que suplantou de modo notável outro adversário da Holanda na eliminatória anterior.

Encontros anteriores
• Estas duas equipas encontram-se pela primeira vez nas competições de clubes da UEFA.

• O registo do AZ em sete jogos frente a equipas de Espanha é: três vitórias, três empates, uma derrota (um triunfo, duas igualdades e nenhum desaire em casa – duas vitórias, um empate e uma derrota em Espanha).

• O AZ ganhou os últimos dois jogos frente a espanhóis, mas perdeu duas das três eliminatórias a duas mãos. Um dado encorajador para os holandeses é o facto de o único sucesso que conseguiram, até agora, em eliminatórias a duas mãos frente a equipas espanholas foi nos quartos-de-final da Taça UEFA de 2004/05, em que bateram o Villareal CF por 2-1, em Espanha, e empataram a segunda mão a uma bola, em casa.

• O Valência nunca perdeu frente a holandeses, com os seus registos a dar conta de dez jogos, quatro vitórias e seis empates (em casa, três vitórias e dois empates; na Holanda, uma vitória e quatro empates).

• Nos 16 avos-de-final desta edição, o Valência eliminou outra equipa holandesa, o PSV Eindhoven.

• Nas últimas duas vezes em que recebeu equipas da Eredivisie, o Valência marcou quatro golos em cada jogo.

Retrospectiva
• A derrota por 2-1 em casa da Udinese Calcio, na segunda mão dos oitavos-de-final desta edição, pôs fim a uma série de dez jogos europeus sem perder do AZ, que nesse período somara cinco vitórias e cinco igualdades.

• O AZ não perde em casa na Europa há oito jogos – a última vez foi na fase de grupos da UEFA Europa League de 2010/11, frente ao FC Dynamo Kiyv.

• Os "kaaskoppen" ("cabeças-de-queijo") chegam ao mês de Março ainda envolvidos em competições internacionais pela primeira vez desde 2006/07, temporada em que eliminaram o Fenerbahçe SK e o Newcastle United FC antes de cederem, nos quartos-de-final, perante SV Werder Bremen.

• O Valência só ganhou um dos seus cinco jogos europeus fora de portas, esta temporada.

• Os espanhóis já contam nove jogos sem perder na UEFA Europa League: a última vez foi nos 16 avos-de-final da edição de 2009/10, em que perderam por 1-0 frente ao Club Brugge KV.

• O clube de Mestalla já conquistou a Taça UEFA, em 2003/04, quando venceu o Olympique de Marseille por 2-0 na final, em Gotemburgo. Não chega às meias-finais desde 2009/10, ano em que defrontou o Club Atlético de Madrid, sendo eliminado pela regra dos golos fora, depois de empatar a duas bolas em casa e a zero em Madrid – os "colchoneros" viriam a vencer essa edição da prova.

PARA A SEGUNDA MÃO
• Em casa, o Valência já leva oito jogos europeus sem perder, contando seis vitórias e dois empates – a última derrota, por 1-0, foi frente ao Manchester United FC na fase de grupos da UEFA Champions League de 2010/11. Essa série incluiu dois resultados notáveis: vitórias por 6-1 e 7-0 frente ao Bursaspor e ao KRC Genk, respectivamente, nesta edição da prova.

• O AZ só ganhou um dos seus últimos 17 jogos europeus fora de portas, quando bateu o RSC Anderlecht, por 1-0, nos 16 avos-de-final desta edição.

Factos da equipa 
• Nove dos 15 golos que o AZ conseguiu desde o início da fase de grupos foram marcados entre o minuto 16 e o 45.

• O guarda-redes Esteban é totalista nos 900 minutos de jogo do AZ na UEFA Europa League desde o início da fase de grupos, e tem cinco colegas de equipa – Simon Poulsen, Adam Maher, Rasmus Elm, Jozy Altidore e Roy Beerens – que estiveram em todos os jogos.

• De todas as formações que vieram da UEFA Champions League desta temporada, por terem conseguido o terceiro lugar na respectiva fase de grupos, o Valência é a única que continua em prova na UEFA Europa League.

• Jozy Altidore, avançado do AZ, jogou pelo Villareal entre 2008 e 2011. Em Novembro de 2008 tornou-se no primeiro jogador nascido nos Estados Unidos a marcar um golo na Liga espanhola.

• O Valência tem talento holandês na sua formação, o central Hedwiges Maduro, chegado do AFC Ajax em 2008.

• Maduro partilha dois marcos importantes da sua carreira com jogadores que hoje alinham pelo AZ: com o avançado Roy Beerens ganhou o Europeu de Sub-21, em 2007; com o defesa Dirk Marcellis representou a Holanda nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

• Gertjan Verbeek, treinador do AZ, fez quase toda a carreira de jogador no sc Heerenveen, com excepção da temporada que passou emprestado ao Heracles Almelo, em 1986/87. Já treinou o Heracles (duas vezes, de 2001 a 2004 e depois de 2009 a 2010); pelo meio comandou o Heerenveen, de 2004 a 2008, e, por pouco tempo, o Feyenoord, em 2008/09. O AZ contratou-o no início da temporada de 2010/11.

• O técnico era adjunto de Foppe de Haan no Heerenveen quando o clube holandês defrontou o Valência na fase de grupos da UEFA Champions League de 2000/01 – derrota por 1-0 em casa e empate a uma bola em Espanha.

• Filho e neto de guarda-redes famosos, Unai Emery, treinador do Valência, teve uma carreira modesta nos relvados, mas teve uma ascensão meteórica como treinador no Lorca Deportiva CF e no UD Almería, clubes que conseguiu levar até à La Liga. O Valência escolheu-o em 2008 para suceder a Ronald Koeman.

• O clube espanhol já teve dois treinadores de nacionalidade holandesa, Guus Hiddink e Ronald Koeman – este último também já treinou o AZ.

Últimas rondas
• O vencedor desta eliminatória vai enfrentar, na meia-final, o Atlético de Madrid ou o Hannover 96, disputando a segunda mão em casa. O vencedor dessa meia-final será designado "equipa da casa" na final, na Arena Nacional, em Bucareste, a 9 de Maio.

• O AZ nunca jogou em Bucareste, ao passo que o Valência já conta com quatro jogos na capital romena, somando uma vitória, um empate e duas derrotas.

• O AZ nunca defrontou qualquer dos possíveis adversários da meia-final ou da final.

• O Valência já foi eliminado pelo Atlético de Madrid, nos quartos-de-final da UEFA Europa League de 2009/10, com base nos golos marcados fora.

• Das equipas que poderá encontrar na final, o Valência só defrontou em jogos europeus o Schalke – mas fê-lo em seis ocasiões, com os registos a marcar uma vitória, três empates e duas derrotas.

• Apesar de "che" e "colchoneros" se encontrarem na meia-final, ainda é possível que se verifique uma final integralmente espanhola, se o Athletic Club, de Bilbau, triunfar nas suas eliminatórias. A Taça UEFA já teve uma final só entre espanhóis, jogada em 2006/2007 entre Sevilla FC e RCD Espanyol (empate a duas bolas e vitória para os andaluzes nos penalties).

Estatísticas da prova 
• Uma versão actualizada do Manual de Estatísticas da UEFA Europa League está disponível em: http://www.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=1750416.html (em inglês)