Ousadia premeia AZ em casa

AZ Alkmaar 2-0 Udinese Calcio
Golos de Maarten Martens e Erik Falkenburg na segunda parte, a passe de Jozy Altidore, deixaram a equipa italiana em dificuldades.

Ousadia premeia AZ em casa
Ousadia premeia AZ em casa ©Getty Images

Maarten Martens e Erik Falkenburg marcaram na segunda parte e permitiram ao AZ Alkmaar ganhar ascendente sobre a Udinese Calcio na primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Europa League.

A dupla aproveitou os cruzamentos na direita de Jozy Altidore, aos 63 e 84 minutos, respectivamente. Agora a Udinese vai ter que melhorar o seu registo de nove golos em igual número de jogos na competição desde o início da fase de grupos − o valor mais baixo de entre as equipas presentes nesta fase − se quiser ter hipóteses de alcançar os quartos-de-final.

Impulsionado pela vitória fora recorde frente ao PAOK FC, há duas semanas, a Udinese ameaçou através do remate madrugador de Kwadwo Asamoah, à medida que tentava infringir a primeira derrota caseira ao AZ nos últimos 13 meses. No entanto, o líder da Eredivisie rapidamente assumiu o controlo dos acontecimentos, com Rasmus Elm a testar a atenção de Samir Handanovič em duas ocasiões, seguindo-se Brett Holman, que, com um remate à entrada da área, obrigou o guardião a mais uma boa defesa.

Holman, Altidore e Roy Beerens formavam o trio atacante do AZ, cuja forma de jogar rápida e directa foi motivo de preocupação constante para a Udinese durante os primeiros 35 minutos. Várias vezes a bola chegou às imediações da área dos visitantes, mas a formação da Serie A, mostrando o porquê de ter sofrido apenas um golo nos cinco jogos anteriores, ia afastando o perigo.

Se a primeira parte se caracterizou pela ameaça do AZ, depois foi a vez de a Udinese ganhar ascendente. Pablo Armero viu o seu remate ser desviado por Esteban com a ponta dos dedos, num dos raros ataques italianos. No canto que se seguiu, o guarda-redes do AZ defendeu o cabeceamento de Danilo.

Apesar de relativamente tranquilo desde o início da segunda parte, o AZ inaugurou o marcador momentos depois de Giovanni Pasquale ter rematado ligeiramente ao lado. Irrompendo pelo meio, Martens colocou a bola no flanco em Altidore, seguindo depois para a área, para cabecear a bola cruzada pelo internacional norte-americano.

Os "friulani" responderam através de Damiano Ferronetti, ao segundo poste, que concluiu o cruzamento de Armero com um remate torto por cima. Mas a sua tarefa ficou ainda mais complicada quando Falkenburg marcou. E as coisas podiam ter sido piores caso Handanovič não tivesse desviado mais um remate do suplente, negando depois o golo a Altidore, cuja exibição merecia por completo o tento.