Izmailov quer contrariar favoritismo do City

Marat Izmailov afirmou ao UEFA.com que a equipa do Sporting está "determinada a fazer mais do que cumprir apenas calendário" quando receber o Manchester City na quinta-feira.

Marat Izmailov acredita que o Sporting poderá ir longe na UEFA Europa League caso ultrapasse o Manchester City
Marat Izmailov acredita que o Sporting poderá ir longe na UEFA Europa League caso ultrapasse o Manchester City ©Getty Images

Apesar de o Sporting não perder em casa nas competições europeias há nove jogos, o favoritismo na primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Europa League, frente ao Manchester City FC, está do lado do adversário de quinta-feira. Ainda assim, Marat Izmailov afirmou ao UEFA.com que a equipa portuguesa se encontra "determinada a fazer mais do que cumprir calendário" e falou da admiração por um jogador do City em particular: David Silva. O médio internacional russo, de 29 anos, espera também que a selecção do seu país se apresente "bastante competitiva" no UEFA EURO 2012 e, apesar de não representar a Rússia desde Outubro de 2006, acalenta algumas esperanças de fazer parte da lista final de Dick Advocaat.

UEFA.com: Como avalia as hipóteses do Sporting frente ao Manchester City?

Marat Izmailov: Na minha opinião, o Manchester City é a terceira melhor equipa do Mundo neste momento, atrás do FC Barcelona e do Real Madrid CF. O favoritismo está 100 por cento do seu lado nesta eliminatória contra nós, mas estamos determinados a jogar não apenas para cumprir calendário, mas sim para lutar pelo apuramento. Se ultrapassarmos um adversário como o City, teremos boas hipóteses de vencer a competição.

UEFA.com: Quem é, para si, o melhor jogador do City?

Izmailov: David Silva. Sempre gostei desse género de futebolistas e da forma como eles jogam. É extremamente inteligente e muito bom com a bola nos pés.

UEFA.com: Como tem reagido a equipa do Sporting à entrada do novo treinador Ricardo Sá Pinto?

Izmailov: Independentemente do que escrevam ou digam sobre ele, nós somos uma equipa que respeita e protege sempre o treinador. E ele é um treinador por quem vale mesmo a pena lutar quando entramos em campo.

UEFA.com: Perdeu grande parte da temporada devido a lesão. Qual a razão de a recuperação ter demorado tanto tempo?

Izmailov: No Outono, sofri uma recaída de uma lesão no joelho. Foi, desde logo, evidente que a recuperação demoraria alguns meses e que depois seria necessário algum tempo para recuperar a condição física. Agora já ultrapassei todos esses problemas e sinto-me bem, embora haja ainda espaço para melhorar a minha condição física.

UEFA.com: Com o UEFA EURO 2012 a aproximar-se a passos largos, quais as suas expectativas relativamente à presença da selecção da Rússia na prova? E acha que ainda pode estar na lista definitiva de convocados?

Izmailov: O nosso grupo não é fácil, mas temos hipóteses de passar à fase seguinte. Ainda é muito cedo para prever o que vai acontecer e o futebol é um desporto bastante imprevisível, mas estou certo de que a Rússia se irá apresentar bastante competitiva no Europeu. Se jogar ao meu melhor nível e o Sporting estiver bem na Liga portuguesa e na Europa League, então talvez ainda tenha hipóteses de estar na fase final.