Diouf ajuda Hannover a afastar o Brugge

Club Brugge KV 0-1 Hannover 96 (total: 1-3)
Um golo de Mame Diouf confirmou o encontro da equipa de Mirko Slomka nos oitavos-de-final com outra equipa belga, o Standard de Liège.

Mame Diouf marcou o golo da vitória do Hannover
Mame Diouf marcou o golo da vitória do Hannover ©Getty Images

O Hannover 96 confirmou a passagem aos oitavos-de-final da UEFA Europa League, com um triunfo por 1-0 no reduto do Club Brugge KV.

A equipa da casa ficou em grandes dificuldades depois de Mame Diouf inaugurar o marcador aos 21 minutos, aumentando a vantagem dos alemães na eliminatória para 3-1. Os belgas pressionaram muito no segundo tempo, mas foram incapazes de discutir a eliminatória.

Nos primeiros minutos, o Hannover preferiu o ataque à defesa, para resguardar a vantagem de 2-1 da primeira mão. Mohammed Abdellaoue deixou o primeiro aviso com um remate perigoso aos dez minutos e os visitantes inauguraram o marcador na primeira boa jogada do encontro. Lars Stindl beneficiou de uma boa movimentação colectiva para se desmarcar pelo flanco direito e cruzou para o desmarcado Diouf, que teve tempo para parar a bola com o peito e bater Vladan Kujović com um remate rasteiro à queima-roupa.

Os belgas não entraram em pânico e Lior Refaelov, que tinha testado Ron-Robert Zieler com o primeiro disparo do jogo, rematou de primeira quando recebeu a bola de um ressalto após um lançamento longo de Carl Hoefkens. Thomas Meunier rematou forte de cabeça e obrigou o guarda-redes visitante a uma boa defesa, embora o Hannover pudesse já estar com dois golos de vantagem nessa altura, já que Kujović negou o golo a Abdellaoue após um bom passe de Diouf.

A equipa de Mirko Slomka passou a apostar no contra-ataque no segundo tempo e o Brugge não conseguiu criar tantas situações de perigo. Refaelov foi o jogador que esteve mais perto de empate, mas Zieler defendeu com eficácia, enquanto o suplente Björn Vleminckx não cabeceou com força suficiente para bater o guarda-redes do Hannover. Diouf teve duas boas oportunidades para dilatar a vantagem dos alemães, mas a eficácia defensiva bastou para garantir o encontro com o R. Standard de Liège nos oitavos-de-final.

Topo