O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

AEK acaba em alta

SK Sturm Graz 1-3 AEK Athens FC
A equipa de Nikos Kostenoglou somou os primeiros pontos e ultrapassou o Sturm no terceiro lugar do Grupo A.

Kostas Manolas abriu caminho para o triunfo do AEK
Kostas Manolas abriu caminho para o triunfo do AEK ©Getty Images

O AEK Athens FC somou os primeiros pontos na UEFA Europa League ao mostrar eficácia para vencer o SK Sturm Graz, por 3-1, num encontro emotivo na Áustria.

A equipa de Nikos Kostenoglou ganhou vantagem aos dez minutos com um golo de Kostas Manolas e, por longos períodos, o AEK conseguiu dominar o encontro. Nathan Burns aumentou a vantagem ainda antes do intervalo e, apesar de Florian Kainz ter feito sonhar os adeptos da equipa da casa antes de atingida a hora de jogo, Viktor Klonaridis confirmou o triunfo dos gregos com um excelente golo aos 77 minutos.

As duas equipas já não tinham hipóteses de seguir em frente e isso desinibiu o conjunto de Atenas, que entrou muito bem no desafio e só não ganhou vantagem no primeiro minuto porque um defesa, sobre a linha de golo, impediu o cabeceamento de Dimitris Sialmas de entrar na baliza. Manolas colocou os helénicos na frente ao marcador logo a seguir, aproveitando um mau alívio de Burgstaller para bater Silvije Čavlina, isto após o guarda-redes ter feito uma sensacional defesa à queima-roupa num remate de Cala.

O AEK aumentou a vantagem antes do intervalo quando Burns empurrou a bola com o peito para o fundo da baliza, ao segundo poste, depois de excelente trabalho de Roger Guerreiro.

O Sturm começou melhor no segundo tempo. Roman Kienast cabeceou rente ao poste após um pontapé de canto de Florian Kainz e a equipa anfitriã reduziu mesmo a desvantagem aos 59 minutos, com Kainz a marcar na sequência de um passe atrasado de Joachim Standfest. Os austríacos não conseguiram chegar ao empate e o AEK precisou de menos de 20 minutos para recolocar a diferença em dois golos, com Guerreiro a lançar Klonaridis pelo flanco esquerdo e o extremo a ultrapassar os defesas antes de bater Čavlina.

A equipa austríaca nunca deixou de lutar, mas Dimitris Konstantopoulos negou o golo a Haris Bukva com uma defesa espectacular e o AEK segurou um triunfo merecido.