O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Lokomotiv apurado à custa do Sturm Graz

Lokomotiv Moskva 3-1 Sturm Graz
A equipa de José Couceiro conseguiu um triunfo inequívoco em Moscovo e confirmou a passagem aos 16 avos-de-final da competição.

Vladislav Ignatyev, do Lokomotiv, num despique com Manuel Weber
Vladislav Ignatyev, do Lokomotiv, num despique com Manuel Weber ©Getty Images

O FC Lokomotiv Moskva triunfou por 3-1 na recepção ao SK Sturm Graz e garantiu a qualificação para os 16 avos-de-final da UEFA Europa League, terminando com a aventura europeia dos austríacos.

Os russos só ganharam vantagem depois de José Couceiro lançar Maicon no segundo tempo. O brasileiro inaugurou o marcador com um cabeceamento aos 62 minutos, mas Florian Kainz rapidamente fez o empate. Dimitri Sychev recolocou a equipa da casa em vantagem na conversão de uma grande penalidade e Denis Glushakov confirmou o merecido triunfo dos anfitriões com um golo ao cair do pano.

As situações de perigo foram escassas no primeiro tempo, apesar de a equipa da casa ter controlado sempre os acontecimentos, dominando a posse de bola e estando sempre mais perto de inaugurar o marcador.

Os moscovitas criaram a primeira oportunidade de golo aos 37 minutos, quando o português Manuel Da Costa tentou a sorte ainda antes do meio-campo e Silvije Čavlina foi obrigado a defender com uma palmada quando tentava recuperar a posição entre os postes. Sychev desperdiçou a outra situação de perigo da primeira parte, rematando de primeira após um cruzamento de Vladislav Ignatyev e fazendo a bola passar muito perto do poste da baliza austríaca.

Foi preciso esperar pelos 62 minutos para assistir ao primeiro golo, com a equipa de José Couceiro a ganhar vantagem com um remate certeiro do suplente Maicon, que recebeu um cruzamento de Ignatyev da direita e bateu Čavlina com um cabeceamento certeiro.

A vantagem durou menos de dois minutos, com o Sturm a marcar numa rara incursão no ataque após o pontapé de saída. Roman Kienast desmarcou Kainz na área e o jovem suplente não teve dificuldade para bater Anton Amelchenko.

O empate originou um período de grande pressão do Lokomotiv, que conquistou uma grande penalidade devido a uma falta de Milan Dudić. O capitão Sychev bateu o infeliz Čavlina com um remate forte que o guarda-redes não conseguiu segurar e fez o seu quarto golo no Grupo L.

O Sturm não conseguiu reagir e teve alguma sorte quando Čavlina e o poste negaram o segundo golo ao impressionante Maicon. O brasileiro não se deixou abater e, aos 89 minutos, obrigou Čavlina a desviar um cruzamento-remate para o caminho de Glushakov, que estabeleceu o resultado final.