Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Schalke marca cinco ao AEK Larnaca

AEK Larnaca FC 0-5 FC Schalke 04
Os visitantes conseguiram a sua maior vitória fora de casa nas competições europeias, consolidando a liderança no Grupo J.

Kyriakos Papadopoulos (à esquerda) felicita Lewis Holtby após o tento inaugural do Schalke 04
Kyriakos Papadopoulos (à esquerda) felicita Lewis Holtby após o tento inaugural do Schalke 04 ©Getty Images

O FC Schalke 04 cimentou a sua posição na liderança do Grupo J com uma expressiva vitória, por 5-0, no terreno do AEK Larnaca FC.

Lewis Holtby, Klaas-Jan Huntelaar e Joel Matip marcaram ainda antes do intervalo, ditando desde logo a primeira derrota caseira do AEK Larnaca nas competições europeias. Dois golos ao cair do pano – de Julian Draxler e o segundo tento de Huntelaar – selaram a maior vitória fora de casa do Schalke nas provas da UEFA.

Apesar da margem recorde da vitória, o Schalke começou algo lento e mal havia conseguido um ataque quando, a meio da primeira parte, assumiu inesperadamente a liderança do marcador. Uma posse de bola dos alemães terminou com Holtby a enfrentar a defesa do AEK antes de rematar rasteiro, de fora da área, colocando a bola junto ao canto inferior esquerdo da baliza de Marco Fortin.

Os visitantes tomaram-lhe o gosto e, aos 35 minutos, chegaram ao 2-0. Bastante empenhado durante todo o encontro, o lateral-esquerdo Christian Fuchs fez um cruzamento muito largo, descobrindo Huntelaar na área, de onde bateu Fortin com um cabeceamento, com a bola a embater no poste antes de entrar. Depois, um canto de Fuchs esteve na origem do tento de Joel Matip, que saltou mais alto que o companheiro de equipa Benedikt Höwedes e colocou o seu cabeceamento junto ao canto superior.

Huub Stevens concedeu a titularidade entre os postes pela primeira vez a Lars Unnerstall, mas o guardião do Schalke apenas foi testado aos 56 minutos, quando Rubén Gómez rematou à figura do jovem de 21 anos. O quarto golo era mais provável na outra ponta e, aos 87 minutos, Draxler concluiu com sucesso uma longa troca de passes. O internacional holandês Huntelaar aproveitou, depois, um desentendimento defensivo para apontar o seu sétimo golo nas últimas cinco partidas pelo Schalke e pela Holanda.

Topo