Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Confiança para a segunda pré-eliminatória

Com 12 dos 25 embates da primeira pré-eliminatória separados no máximo por um golo de diferença, há ainda muito por decidir nas partidas da segunda mão, agendadas para quinta-feira.

Dániel Böde (ao centro), médio do Paksi, espera que a sua equipa consiga segurar a vantagem de 1-0 obtida na primeira mão
Dániel Böde (ao centro), médio do Paksi, espera que a sua equipa consiga segurar a vantagem de 1-0 obtida na primeira mão ©MLSZ

FK Rad, Qarabağ FK e Tromsø IL têm razões para partirem confiantes rumo aos respectivos encontros da segunda mão, na quinta-feira, após os confortáveis triunfos alcançados há uma semana. Contudo, num largo número de embates da primeira pré-eliminatória da UEFA Europa League está ainda tudo em aberto e o treinador do ÍBV Vestmannaeyjar, Trausti Hjaltason, promete "uma verdadeira festa de futebol" no decisivo encontro ante o Patrick's Athletic FC.

Os sérvios do Rad protagonizaram o melhor arranque na quinta-feira passada, ao baterem o SP Tre Penne, de San Marino, em Belgrado, com seis golos sem resposta, enquanto o Qarabağ defendeu as cores do Azerbaijão com um claro triunfo por 4-0 no terreno do FK Banga. O Tromsø também venceu fora de portas, e igualmente de forma impressionante, derrotando o FC Daugava Daugavpils por 5-0.

Dois dos nomes de maior cartaz já em prova também mostraram o seu valor na primeira mão: o Fulham FC, finalista vencido da prova em 2010, e o Ferencvárosi TC, finalista vencido da Taça dos Vencedores das Taças em 1975, somaram confortáveis vitórias por 3-0. Se estas equipas confirmaram o favoritismo e têm o apuramento praticamente garantido, o modesto UN Käerjéng 97, do Luxemburgo, viaja com algum optimismo até Gotemburgo, depois de ter visto o BK Häcken necessitar de um golo nos descontos, apontado pelo defesa Mattias Östberg, para evitar a derrota e alcançar um empate 1-1.

O Paksi SE, da Hungria, e o ÍBV, da Islândia, são duas das formações que entram na segunda mão para defender uma vantagem de 1-0, respectivamente frente a UE Santa Coloma, de Andorra, e St Patrick's, da República da Irlanda. Károly Kis, treinador do Paksi, admitiu ter havido algum nervosismo naquele que constituiu o jogo de estreia da sua equipa nas competições europeias e espera agora, na segunda mão, uma exibição mais confiante por parte dos seus pupilos.

"O início é sempre complicado. Cometemos muitos erros e mostrámos muitos nervos, em especial após o intervalo", reconheceu. "Acredito que os adeptos irão agora ver um Paks muito melhor no seu estádio." Hjaltason, técnico do ÍBV, mostrou-se igualmente confiante, apesar do apertado calendário interno da sua equipa, que luta pelo título de campeão islandês e está ainda nas meias-finais da Taça. "Os jogadores estão totalmente concentrados apenas e só no seu futebol", salientou, referindo-se aos seus pupilos, que se deslocam à Irlanda na segunda mão. "Esta é uma festa do futebol e os meus rapazes querem mostrar o seu valor fora de portas."

Confira aqui todos os resultados da primeira mão.

Topo