O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

AEK em boa posição depois de vencer em Split

HNK Hajduk Split 1-3 AEK Athens FC
Golos de Nacho Scocco, Kostas Manolas e Ismael Blanco, todos no segundo tempo, deixaram os gregos a um ponto dos 16 avos-de-final.

Ignacio Scocco (AEK) e Goran Jozinović (Hajduk Split) em disputa pela bola
Ignacio Scocco (AEK) e Goran Jozinović (Hajduk Split) em disputa pela bola ©Getty Images

O AEK Athens FC venceu por 3-1 na casa do HNK Hajduk Split e subiu ao segundo lugar do Grupo G, deixando o clube croata sem hipóteses de continuar em prova.

O AEK garantiu a vitória no segundo tempo, graças a uma grande penalidade convertida por Nacho Scocco e aos golos de Kostas Manolas e do suplente Ismael Blanco. Jurica Buljat reduziu a desvantagem dos croatas no último minuto, mas o golo surgiu demasiado tarde. Os gregos passaram a somar sete pontos e, para garantirem uma vaga nos 16 avos-de-final, só precisam de um empate a 16 de Dezembro, na recepção ao FC Zenit St Petersburg, que lidera o grupo e ainda não perdeu qualquer desafio.

O relvado pesado não impediu as duas equipas de entrarem ao ataque. Logo no terceiro minuto, Ante Vukušić interceptou um passe de forma espectacular e desmarcou Anas Sharbini, que bateu o guarda-redes Sebastián Saja com um remate de pé esquerdo, mas viu a bola ser devolvida pelo poste, com Marin Tomasov a rematar por cima na recarga.

Sharbini e Tomasov dispuseram de boas situações para marcar, mas viram os seus remates serem interceptados no último instante, enquanto o capitão AEK, Nikos Liberopoulos, também dispôs de duas boas situações para criar perigo. No período de compensação do primeiro tempo, Nathan Burns driblou Mario Maloča e serviu Scocco, que desperdiçou uma oportunidade incrível quando estava a apenas seis metros da baliza. O argentino redimiu-se ao sofrer uma falta de Maloča, aos 50 minutos, e ao converteu o castigo máximo com eficácia.

Manolas aumentou a vantagem, 11 minutos mais tarde, quando correspondeu de cabeça a um canto de Liberopoulos, O capitão cedeu o lugar a Blanco aos 80 minutos e o argentino, motivado pelo golo decisivo no triunfo sobre o Olympiacos FC no último fim-de-semana, só precisou de estar quatro minutos em campo para surpreender Božidar Radošević com um remate da entrada da área. O golo de Buljat, nos últimos minutos, não foi suficiente para arrefecer o entusiasmo dos visitantes.