Final dramático em Viena

FK Austria Wien 2-2 Werder Bremen
Claudio Pizarro bisou e parecia ter dado o triunfo aos alemães, mas os minutos finais trouxeram um desfecho inesperado.

Schumacher festeja o seu golo
Schumacher festeja o seu golo ©Getty Images

Dois golos de Claudio Pizarro não foram suficientes para dar a vitória ao Werder Bremen no estádio do FK Austria Wien, em partida do Grupo L da UEFA Europa League, o mesmo do Nacional da Madeira. Nos minutos finais, os tentos de Emin Sulimani e Schumacher permitiram aos anfitriões recuperar de uma desvantagem de 2-0 e salvar um ponto. 

Primeiro contra o último
A equipa alemã parecia a caminho de consolidar a liderança do grupo, quando Pizarro marcou dois golos, antes e depois do intervalo. No entanto, o FK Austria reagiu e saiu do último lugar, graças a dois golos apontados nos últimos 17 minutos, em Viena.

Pizarro em destaque
O Werder Bremen teve mais posse de bola no início da partida, mas foi a equipa da casa a criar perigo primeiro, num livre directo de Milenko Ačimovič, que ficou perto do golo. Os finalistas da edição da época passada da Taça UEFA foram, no entanto, os primeiros a marcar, aos 19 minutos, por intermédio de Pizarro, que aproveitou bem um livre marcado da direita por Mesut Özil. A seguir, a equipa de Thomas Schaaf preferiu segurar a vantagem, enquanto Ačimovič tentava levar o Áustria para a frente. Numa das melhores jogadas do primeiro tempo, o médio passou por Manuel Ortlechner e assistiu Joachim Standfest, mas Naldo chegou a tempo de fazer o corte decisivo.

Jogo aberto
Num jogo agradável, o Bremen também teve oportunidades, primeiro num lance em que Özil rematou ao lado e depois com Aaron Hunt a ser desarmado por Robert Almer quando tentava rematar por entre as pernas do guarda-redes austríaco. Mais tarde, os anfitriões tiveram sorte num canto marcado por Özil, que levou a bola ao poste após um cabeceamento de Per Mertesacker.

Vantagem alargada
No início da segunda parte, a equipa de Karl Daxbacher começou a pressionar e Zlatko Junuzović até marcou, mas o golo foi invalidado por fora-de-jogo. A seguir, Jacek Bąk cometeu um erro defensivo que permitiu a Pizarro fazer o segundo golo do Bremen, aos 63 minutos. O avançado peruano contornou o guarda-redes e atirou para a baliza deserta, marcando o seu 12º golo em 13 jogos oficiais realizados na presente época.

Recuperação austríaca
O Áustria ganhou esperança quando Sulimani aproveitou uma bola perdida para fazer o 1-2, sem dar hipóteses a Tim Wiese. O empate surgiu 14 minutos depois, novamente com Sulimani na jogada, desta vez com um cruzamento ao segundo poste, muito bem aproveitado por Schumacher, que marcou de cabeça.