Golo de Hunt lança o Bremen

Werder Bremen 3-1 Athletic Club Bilbao
Um excelente remate de Aaron Hunt abriu caminho à segunda vitória do Bremen no Grupo L da UEFA Europa League.

Aaron Hunt e Mesut Özil comemoram o golo inaugural
Aaron Hunt e Mesut Özil comemoram o golo inaugural ©Getty Images

Um excelente remate de Aaron Hunt lançou o Werder Bremen para a segunda vitória no Grupo L, num jogo em que a equipa alemã provou ser demasiado forte para o Athletic Club Bilbao.

Jogo animado
As duas equipas tinham ganho na estreia na fase de grupos da UEFA Europa League, mas o golo de Hunt, aos 19 minutos, garantiu a continuidade do registo 100 por cento vitorioso do Bremen. Ainda na primeira parte, Naldo aumentou a vantagem dos alemães, que marcaram mais um no segundo tempo, graças a um penalty convertido por Torsten Frings, já depois de Fernando Llorente ter marcado para os espanhóis e de Peter Niemeyer ter sido expulso. 

Excelente golo de Hunt
Os anfitriões entraram com o pé direito e podiam ter marcado logo nos primeiros minutos, num lance em que Mesut Özil só foi travado pela boa intervenção de Gorka Iraizoz. A seguir, a defesa do Arhletic nada pôde fazer para parar o espectacular remate de Hunt, que deu vantagem à equipa de Hugo Almeida (não foi opção).

Assistência de Pizarro
O Athletic respondeu com um livre perigoso de Francisco Yeste, que Gaizka Toquero e Llorente não conseguiram transformar em golo, mas a defesa do Werder não passou por mais incómodos. A resposta dos alemães foi imediata e decisiva, resultando no 2-0 a quatro minutos do intervalo, num lance em que Claudio Pizarro fez uma assistência perfeita para o golo fácil de Naldo.

Expulsão
Joaquín Caparrós fez duas substituições ao intervalo, que por momentos pareceram rejuvenescer o Athletic. Javi Martínez teve mesmo uma boa iniciativa, obrigando Tim Wiese à primeira boa defesa. Thomas Schaaf respondeu, lançando Niemeyer, mas o treinador do Werder nem teve tempo para ver se a alteração tinha resultado, uma vez que Niemeyer viu dois cartões amarelos em quatro minutos.

Final emocionante
Llorente fez renascer, já nos descontos, as ambições bascas, quando passou por Per Mertesacker e bateu Wiese, mas Torsten Frings ainda teve tempo de fazer o 3-1 para o Werder Bremen, convertendo um penalty sofrido por Özil.