O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

PSG não resiste ao Dínamo

FC Dynamo Kyiv 3-0 Paris Saint-Germain FC (total: 3-0)
Os ucranianos carimbaram a passagem às meias-finais da Taça UEFA, com uma vitória clara sobre os franceses, em Kiev.

Ismaël Bangoura marcou o primeiro golo do Dínamo
Ismaël Bangoura marcou o primeiro golo do Dínamo ©Getty Images

O FC Dynamo Kyiv carimbou a passagem às meias-finais da Taça UEFA, ao bater em casa o Paris Saint-Germain FC na segunda mão dos quartos-de-final, por 3-0, após o empate a zero na primeira mão, em Paris.

Começo electrizante
A formação da casa entrou no jogo com o pé direito, já que chegou à vantagem logo aos quatro minutos. Ismaël Bangoura recolheu o esférico à entrada da área e rematou de forma colocada, sem hipóteses de defesa para Landreau. Após a explosão de alegria no Estádio Valeri Lobanovskiy, os parisienses responderam e estiveram perto de chegar ao empate, aos sete minutos, após desvio de cabeça de Luyindula, com a bola a embater ainda no poste da baliza à guarda de Bogush.

Infelicidade de Landreau
Aos 16 minutos, Landreau esteve em evidência pelos piores motivos, já que o guarda-redes francês fez um autogolo, após livre batido do lado direito. Num lance infeliz, o guardião saiu ao cruzamento a punhos, mas não acertou em cheio na bola, que se encaminhou para o fundo das redes. Os comandados de Yuri Semin chegavam assim ao 2-0, numa fase em que tinham excelentes perspectivas de apuramento para as meias-finais da prova.

Domínio caseiro
Moralizado pela vantagem no marcador, o Dínamo continuou a dominar e a dispor das melhores oportunidades de golo, como foi exemplo o remate de Milevskiy, aos 23 minutos, que saiu muito perto do alvo. Os gauleses tentaram naturalmente contrariar o domínio da formação da casa, mas revelaram impotência perante o futebol rápido e objectivo do Dínamo, que esteve novamente perto do golo aos 30 minutos, graças a um remate de Aliyev. Desta feita Landreau esteve bem, evitando o terceiro tento da turma de Kiev. Ainda assim, o PSG podia ter reduzido a desvantagem aos 34 minutos, após cruzamento de Luyindula do lado esquerdo. Hoarau, em boa posição, cabeceou ligeiramente ao lado.

PSG entra melhor
Apesar de ter ido para o descanso em desvantagem, a formação da Ligue 1 surgiu decidida em marcar cedo no recomeço e esteve perto de o fazer aos 47 minutos, após remate do recém-entrado Jerôme Rothen, para defesa apertada de Bogush. No minuto seguinte, os homens de Paul Le Guen estiveram novamente perto de marcar, na sequência de um pontapé de canto. Bourillon rematou de cabeça, com perigo, e Luyindula não conseguiu fazer a emenda ao segundo poste, por muito pouco. Luyindula, um dos mais inconformados do lado do PSG, rematou novamente com perigo, aos 59 minutos, mas a bola embateu num defesa contrário e acabou por sair pela linha de fundo.

Dínamo sentencia
Apesar do maior assédio dos franceses, o Dínamo chegou ao 3-0 aos 61 minutos, após livre batido por Aliyev. Landreau não conseguiu travar o forte remate do jogador ucraniano e Vukojević, oportuno, só teve de encostar para o fundo das redes. Até final, o Dínamo continuou a controlar as operações, tendo preservado a vantagem de 3-0, que lhe dá a passagem às meias-finais da prova.