Braga pronto para receber Standard de Bölöni

O treinador romeno vai encontrar grandes mudanças quando regressar a Portugal, para defrontar o Sp. Braga nos 16 avos-de-final da Taça UEFA, depois de orientar o Sporting de 2001 a 2003.

Meyong e Matheus comemoram um dos golos do Braga na fase de grupos
Meyong e Matheus comemoram um dos golos do Braga na fase de grupos ©Getty Images

László Bölöni vai encontrar grandes mudanças quando regressar a Portugal, ao serviço do R. Standard de Liège, para defrontar o Sp. Braga nos 16 avos-de-final da Taça UEFA. O treinador romeno ainda não esqueceu a época de 2001/02, quando levou o Sporting a sagrar-se campeão e a conquistar a Taça de Portugal.

• Bölöni conseguiu a "dobradinha" na primeira época à frente da equipa de Lisboa. Contudo, deixou o clube no final da época seguinte, quando o Sporting não foi além do terceiro lugar, a 27 pontos do FC Porto.

• O Sporting de Bölöni tinha uma dupla de ataque de luxo, constituída por Mário Jardel e João Pinto, mas também foi responsável pela promoção à equipa principal de jovens formados no clube como Ricardo Quaresma e Cristiano Ronaldo.

• Braga e Standard nunca se defrontaram nas competições europeias.

• Bölöni comandou o Sporting em quatro jogos com o Braga, só conseguindo vencer à quarta tentativa, depois de duas derrotas e um empate nos primeiros três encontros com os "arsenalistas".

• Os desaires aconteceram nas deslocações ao Minho, por 2-1 no ano do título e por 4-2 na época seguinte. Os dois jogos foram disputados no Estádio 1º Maio, o antecessor do espectacular Estádio Municipal de Braga, construído para a fase final do UEFA EURO 2004™.

• O adjunto de Bölöni é Rolão Preto, um português que trabalha com ele desde a passagem pelo Sporting. O vice-presidente do Standard, Luciano D'Onofrio, também tem ligações a Portugal, pois era dirigente do FC Porto no ano em que os "dragões" bateram o FC Bayern München, por 2-1, e conquistaram a Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1986/87.

• Este será o primeiro jogo oficial do Braga frente a uma equipa belga.

• O Standard já disputou seis encontros com clubes portugueses, tendo o saldo positivo de três vitórias, dois empates e uma derrota. No entanto, os belgas não conseguiram nenhum triunfo nos últimos três jogos.

• Os três compromissos do Standard em Portugal tiveram sempre desfechos diferentes. A vitória foi conseguida a 29 de Outubro de 1958, quando o Standard bateu o Sporting em Lisboa, por 3-2, num desafio a contar para a Taça dos Clubes Campeões Europeus.

• O treinador do Braga, Jorge Jesus, nunca defrontou uma equipa belga, nem como jogador, nem como treinador, enquanto este jogo também marcará a estreia de Bölöni frente a um clube luso.

• Bölöni defrontou duas vezes Portugal ao serviço da selecção romena, perdendo por 1-0 em Nantes, na fase final do Campeonato da Europa de 1984, e ganhando por 3-2 em Lisboa, num encontro particular disputado no ano seguinte. O antigo internacional romeno também nunca enfrentou um clube português como jogador.

• Albert Meyong é o melhor marcador do Braga nesta edição da Taça UEFA. O camaronês já apontou cinco golos desde a primeira eliminatória, enquanto o médio Luis Aguiar tem quatro.

• Os melhores marcadores do Standard são Milan Jovanovic, Dieudonné Mbokani e Igor De Carmargo, cada um com dois golos.

• O próximo golo do Standard será o 100º do clube na Taça UEFA.

• O triunfo do Braga em casa do SC Heerenveen, por 2-1, na última jornada do Grupo E, terminou com uma série de duas derrotas. Antes do desaire, por 1-0, em casa do Milan, os bracarenses, que iniciaram a participação europeia na terceira ronda da Taça Intertoto, tinham averbado sete vitórias seguidas nas provas da UEFA e sem sofrerem qualquer golo.

•  Das 11 equipas que esta época chegaram à Taça UEFA através da Taça Intertoto, quatro ainda estão em prova: Braga, Aston Villa FC, RC Deportivo La Coruña e VfB Stuttgart. A UEFA tradicionalmente distingue com uma placa o clube originário da Taça Intertoto que consegue chegar mais longe na Taça UEFA.

• A formação de Jorge Jesus conseguiu quatro vitórias consecutivas nos jogos europeus disputados no Estádio Municipal de Braga, uma série que terminou com a derrota, por 3-2, com o VfL Wolfsburg, na terceira jornada da fase de grupos.

• O desaire por 3-0 em Estugarda, na última jornada da fase de grupos, terminou com uma série de cinco vitórias consecutivas do Standard nas competições europeias. A participação na Taça UEFA começou depois de os belgas terem sido afastados pelo Liverpool FC na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League.

• O Standard conseguiu apenas uma vitória nos últimos cinco encontros a contar para as competições europeias disputados fora, tendo ganho em casa do FK Partizan, por 1-0, na fase de grupos da Taça UEFA desta época. Os belgas averbaram um empate e três derrotas nos outros quatro encontros.

• O Standard, campeão belga em título, ficou no primeiro lugar do Grupo C e garantiu uma vaga nos 16 avos-de-final. O Braga foi terceiro no Grupo E, depois do sétimo lugar na Liga portuguesa de 2007/08.

• A equipa que seguir em frente vai defrontar, nos oitavos-de-final, o vencedor do embate entre o Paris Saint-Germain FC e o Wolfsburgo, a 12 e 18/19 de Março, disputando a segunda mão no seu estádio.

• Transferências em Janeiro:
Braga
Entradas: Edimar, Cristiano.
Saídas: Paweł Kieszek, Roland Linz, Andrés Madrid.
Standard
Entradas: Cyriac Gohi Bi, Christian Benteke, Sinan Bolat, Hirac Yagan, Steve Otte, Rudy, Ngombo Mansoni.
Saídas: Alandson Da Silva, Dante Bonfim, Germain Marloye.

• Renteria, do Sp. Braga, e Reginal Goreux, do Standard, estão ambos a um cartão amarelo de cumprirem um jogo de suspensão.