Vírus atinge plantel do Dínamo

A febre da vitória da equipa de Zagreb sobre o NEC transformou-se em febre real, pois dez jogadores da equipa foram atingidos por um vírus, o que forçou ao adiamento do encontro ante o Rijeka na Liga croata.

Bosko Balaban deu início à reviravolta no marcador, fazendo o 2-2 para o Dinamo frente ao NEC
Bosko Balaban deu início à reviravolta no marcador, fazendo o 2-2 para o Dinamo frente ao NEC ©Getty Images

O NK Dinamo Zagreb saltou de alegria com a espectacular recuperação protagonizada pela equipa frente ao NEC Nijmegen na última semana, na primeira jornada da fase de grupos da Taça UEFA, mas desde então os motivos de alegria não têm sido muitos, pois dez jogadores estão de baixa, atingidos por um vírus.

Jogo cancelado
A campanha do Dínamo no Grupo D da Taça UEFA parecia encaminhada para um mau começo, quando a equipa croata perdia por 2-1 a 12 minutos do apito final na recepção aos holandeses do NEC. Contudo, golos dos recém-entrados Boško Balaban e Ivica Vrdoljak deram a volta ao resultado nos derradeiros instantes da partida. A febre dessa vitória, contudo, transformou-se mesmo em febre real para alguns dos jogadores, obrigando ao cancelamento do encontro de domingo da Liga croata, frente ao HNK Rijeka.

Risco de propagação
Tudo começou no sábado, quando cinco jogadores adoeceram e, com mais três já afastados do encontro devido a lesão, o treinador Branko Ivanković viu-se obrigado a recorrer às camadas jovens do clube para efectuar a convocatória. Só que o vírus alastrou e forçou a medidas drásticas. "Falei com os responsáveis do Dínamo e disseram-me que cinco dos seus jogadores tinham adoecido na noite de sábado", explicou Josip Brezni, responsável da Liga. "Decidiram completar a convocatória para a deslocação a Rijeka com jogadores juniores, mas ao longo do dia outros cinco jogadores foram atingidos pelo vírus e fomos forçados a adiar o jogo. Havia o risco de a doença se espalhar ainda mais para os jogadores da equipa adversária, árbitros e outras pessoas".

Hospitalizados
Alguns dos jogadores do Dínamo chegaram mesmo a ter de ser hospitalizados, o que mostra que a situação não pode ser encarada de ânimo leve e, se alguns deles já se encontram recuperados, vários ainda não estarão disponíveis para a partida de quarta-feira, na Taça da Croácia, frente ao NK Hrvatski Dragovoljac. Ainda assim, Ivanković terá de se dar por satisfeito por o vírus não ter atacado a equipa dois dias antes, possibilitando o brilhante triunfo frente ao NEC, pelo que o técnico espera agora ter a equipa totalmente recuperada para a visita do Dínamo ao terreno do Tottenham Hotspur FC, a 6 de Novembro, na segunda jornada da fase de grupos da Taça UEFA.