O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use o Chrome, o Firefox ou o Microsoft Edge.

Omonia prolonga festa cipriota

AC Omonia 2-2 AEK Athens FC (total: 3-2)
A formação de Nedim Dudić imitou o feito do Anorthosis e deitou por terra as ambições do clube de Atenas.

Os festejos vão continuar em Nicósia, depois da vitória do Omonia
Os festejos vão continuar em Nicósia, depois da vitória do Omonia ©Getty Images

O AC Omonia tornou-se no segundo clube cipriota a bater uma formação grega no espaço de dois dias, ao conseguir um empate a dois golos frente ao AEK Athens de Geraldo, que terminou reduzido a nove unidades, na segunda mão da segunda pré-eliminatória da Taça UEFA, que terminou com um total de 3-2.

Mais festejos
Um dia depois de o Anorthosis Famagusta FC ter vencido o campeão grego Olympiacos CFP, com um total de 3-1, na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League, apurando-se para a fase de grupos, o Omonia provocou mais festejos no Chipre. Agora, vai procurar ser a segunda formação cipriota a atingir a fase de grupos de uma importante competição de clubes da UEFA.

Duro inaugura marcador
Em vantagem na eliminatória, depois do 1-0 conquistado na primeira mão, em Atenas, o médio albanês Klodian Duro colocou a formação anfitriã em vantagem, ao fim de apenas dez minutos de jogo, concluindo da melhor forma um centro de Hamad Ndikumana, que o médio do AEK, Angelos Basinas, não conseguiu afastar. A perder por dois golos na eliminatória, o AEK pressionou mais, mas foram novamente os locais que estiveram perto de marcar, desperdiçando uma excelente oportunidade, poucos minutos depois, com um livre executado por Duro a ser desviado para a barra por Sebastián Saja.

Resposta do AEK
Contra a corrente do jogo, o AEK igualou logo de seguida, com Ismael Blanco a corresponder de cabeça a um livre marcado por Basinas, vencendo a oposição do guarda-redes Antonis Georgallides. O AEK, treinado por Georgios Donis, aumentou ainda mais a pressão na segunda parte, mas foi incapaz de ultrapassar a bem organizada defensiva do Omonia. A tarefa ficou ainda mais complicada quando o argentino Ignacio Scocco, uma das novas contratações, foi expulso por simular uma falta, aos 58 minutos.

Segunda expulsão
O cenário piorou ainda mais quando Duro recebeu um passe de Yiannis Okkas, que tinha entrado na partida, e bateu Saja pela segunda vez, com outro potente remate, à passagem dos 70 minutos. O tento de Michail Pavlis, que rematou ao ângulo superior esquerdo da baliza de Georgallides, aos 88 minutos, conferiu um final emocionante ao desafio, mas o Omonia conseguiu resistir aos avanços do opositor. A expulsão de Juanfran, já no período de compensação, por falta sobre Okkas, pôs fim a uma noite para esquecer por parte dos jogadores de Donis.