O teste espanhol do Benfica

A turma da Luz vai a Madrid defrontar o Getafe, nos oitavos-de-final da Taça UEFA, com vontade de reeditar as grandes noites europeias.

Jogadores do Benfica comemoram
Jogadores do Benfica comemoram ©Getty Images

O Benfica vai a Madrid defrontar o Getafe CF, na primeira mão dos oitavos-de-final da Taça UEFA, com vontade de reeditar grandes noites europeias face a clubes espanhóis.

• O Getafe está a participar pela primeira vez nas competições europeias e nunca mediu forças com uma equipa portuguesa.

• O treinador dos espanhóis, Michael Laudrup, defrontou o Benfica quando era jogador do FC Barcelona. As duas equipas encontraram-se na fase de grupos da Taça dos Clubes Campeões Europeias de 1991/92, a última edição antes da implementação da UEFA Champions League.

• O dinamarquês foi titular em ambos os jogos, com o Barça a impor um nulo em Lisboa e a triunfar por 2-1 no Campo Nou. Os catalães conquistaram o troféu esse ano ao bater a UC Sampdoria por 1-0, em Wembley, com Ronald Koeman a marcar o único golo da final.

• Actualmente com 43 anos, Laudrup é um dos melhores jogadores de sempre da Dinamarca, tendo integrado a selecção que surpreendeu tudo e todos e conquistou o Campeonato da Europa de 1992.

• O médio iniciou a carreira no Kjøbenhavns Boldklub, tendo depois representado o Brøndby IF, antes de emigrar para alinhar na Juventus, no Barça e no Real Madrid CF. Foi uma vez campeão em Itália pela Juventus e conquistou cinco títulos espanhóis, quatro no Barcelona e um no Real, tendo ainda conquistado uma Taça da Holanda ao serviço do AFC Ajax.

• Laudrup iniciou a carreira de treinador no Brøndby, conquistando a Taça da Dinamarca em 2002/03 e a "dobradinha" em 2004/05. No início desta época, substituiu Bernd Schuster no Getafe, depois de o alemão ter sido contratado pelo Real Madrid.

• O Benfica já disputou 18 jogos com equipas da vizinha Espanha, totalizando cinco vitórias, seis empates e sete derrotas.

• Os maiores triunfos frente a adversários espanhóis aconteceram nas finais da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1960 e de 1961.

• Na final de 1960, no estádio Wankdorf de Berna, na Suíça, o Benfica de Béla Güttman bateu o Barcelona por 3-2. No ano seguinte, os "encarnados" encontraram o Real Madrid na final do Estádio Olímpico de Amesterdão. Férenc Puskás marcou um "hat-trick" pelos espanhóis, mas Eusébio respondeu com dois golos e ajudou o Benfica a vencer por 5-3.

• O Benfica só conseguiu vencer uma vez em Espanha, batendo o Real Betis Balompié, por 2-1, na primeira eliminatória da Taça UEFA de 1982/83, tendo conseguido um empate e sofrido seis derrotas.

• Tudo mudou desde esse triunfo em Sevilha, com o Benfica a não conseguir vencer nenhum dos dez últimos embates com clubes espanhóis. Nesta série negra, o destaque vai para a goleada de 7-0 sofrida em casa do RC Celta de Vigo, na terceira ronda da Taça UEFA de 1999/00.

• Esta continua a ser derrota mais pesada de sempre do Benfica nas competições europeias.

• O treinador do Benfica conhece bem o futebol espanhol. José Antonio Camacho foi defesa-esquerdo do Real Madrid ao longo de toda a sua carreira, entre 1973 a 1989. Como treinador, o espanhol orientou o Rayo Vallecano, RCD Espanyol e Sevilla FC, tendo dirigido a selecção espanhola entre 1998 e 2002.

• Na primeira passagem pelo comando do Benfica, entre 2002 e 2004, Camacho levou a equipa lisboeta a conquistar a Taça de Portugal de 2003/04. Assumiu depois o comando do Real, mas esteve pouco tempo no cargo, tendo regressado esta época ao Benfica.

• Rui Costa e o defesa-esquerdo do Getafe, Cosmin Costra, jogaram junto no AC Milan em 2001/02, na única época em que o internacional romeno representou os italianos. Os dois jogadores ajudaram o clube a alcançar as meias-finais da Taça UEFA, sendo eliminados pelo BV Borussia Dortmund, que viria a conquistar a prova.

• O avançado do Benfica, Ariza Makukula, também terá hipótese de reencontrar antigos colegas de equipa. O internacional português foi colega do centrocampista do Getafe, Francisco Sousa, na época de 2003/04, quando jogou emprestado ao Real Valladolid. Quando alinhou no Sevilha, Makukula jogou com o médio Francisco Casquero e o avançado Kepa Blanco, que actualmente também estão no Getafe.

• Kepa Blanco e Makukula integravam a equipa do Sevilha que conquistou a Taça UEFA de 2005/06, mas nenhum alinhou na final de Eindhoven, quando a equipa de Juande Ramos bateu o Middlesbrough FC por 4-0.

• Os jogadores do Getafe, Albín, Braulio e Pablo Hernández, terão de cumprir um jogo de castigo se virem mais um cartão amarelo, a mesma situação em que estão os benfiquistas Óscar Cardozo, Maxi Pereira e Luís Filipe. Petit está suspenso por um jogo, enquanto Augustin Binya está a cumprir o segundo de quatro encontros de suspensão.

• O Getafe venceu o Grupo G da fase de grupos, tendo depois eliminado o AEK Athens FC, com um total de 4-1, nos 16 avos-de-final. O Benfica foi relegado para a Taça UEFA depois de ter ficado no terceiro lugar no seu grupo na UEFA Champions League, tendo eliminado na ronda anterior os alemães do 1. FC Nürnberg, com um total de 3-2.

• Na época passada, o Benfica afastou o Paris Saint-Germain FC, por 4-3, nos oitavos-de-final, tendo ficado pelo caminho na ronda seguinte, ao ser eliminado pelo RCD Espanyol, que conseguiu chegar à final.

 • A segunda mão vai ser disputada em Lisboa, a 12 de Março. O sorteio dos quartos-de-final e das meias-finais da Taça UEFA está marcado para 14 de Março, a partir das 11h00 (de Portugal Continental) em Nyon, na Suíça.