Benfica espera Nuremberga intranquilo

Os dois clubes vão voltar a encontrar-se mais de 45 anos depois, no rescaldo da demissão do treinador dos germânicos, Hans Meyer.

O ex-treinador do Nuremberga, Hans Meyer
O ex-treinador do Nuremberga, Hans Meyer ©Getty Images

Benfica e 1. FC Nürnberg vão encontrar-se pela primeira vez em mais de 45 anos, no rescaldo da demissão do treinador dos germânicos, Hans Meyer.

• Contratado a 9 de Novembro de 2005, Meyer guiou o Nuremberga à conquista da Taça da Alemanha na época passada, um troféu que fugia aos alemães há 45 anos. Na final, a turma de Nuremberga derrotou o VfB Stuttgart, por 3-2, mas na passada terça-feira Meyer acabou por deixar o clube, que ocupa a antepenúltima posição na Bundesliga. O treinador-adjunto Jürgen Raab, ex-internacional pela RDA, também foi demitido do cargo.        

• Entretanto, Thomas von Heesen foi o eleito para suceder a Meyer, tendo assinado um contrato até ao Verão de 2009. O técnico de 46 anos notabilizou-se enquanto jogador do Hamburger SV, emblema ao serviço do qual conquistou a Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1982/83. Treinou o DSC Arminia Bielefeld e o 1. FC Saarbrucken e vai ser coadjuvado por Michael Oenning, de 42 anos.

• O Benfica chegou aos 16 avos-de-final da Taça UEFA depois de ter terminado no terceiro lugar do Grupo D da UEFA Champions League. O Nuremberga, por seu lado, terminou no segundo lugar do Grupo A da Taça UEFA.

• As duas equipas defrontaram-se nos quartos-de-final da Taça dos Campeões Europeus de 1961/62, com o Benfica a vencer por 7-3 no conjunto das duas mãos, continuando a sua caminhada rumo à final da prova, em Amesterdão, onde bateu o Real Madrid CF 5-3 e se sagrou campeão da Europa pelo segundo ano consecutivo.

• Cavém colocou o Benfica em vantagem na primeira mão, na Alemanha, mas dois golos de Gustav Flachenecker e um de Heinz Strehl pelo meio deram ao Nuremberga uma vitória por 3-1. Na segunda mão, o Benfica, comandado por Béla Guttman, goleou o Nuremberga por 6-0, com José Águas e Eusébio a marcarem um golo cada logo nos primeiros quatro minutos de jogo. Eusébio voltou a marcar, antes de Coluna e José Augusto, por duas vezes na segunda parte, apontarem os tentos que confirmaram o apuramento da formação portuguesa.

• No total, o Benfica já disputou 27 encontros frente a adversários alemães, somando seis vitórias, nove empates e 12 derrotas. Em Lisboa, os "encarnados" registam seis vitórias, seis empates e apenas uma derrota diante de oponentes germânicos.

• Os dois embates frente ao Benfica já referidos representam os únicos confrontos do Nuremberga com adversários portugueses.

• O Nuremberga não perdeu nos três jogos que disputou fora de casa na Taça UEFA esta temporada, vencendo um e empatando dois.

• O treinador do Benfica, José Antonio Camacho, disputou 22 jogos frente a adversários alemães ao serviço da Espanha e do Real Madrid CF, contabilizando sete vitórias, seis empates e nove derrotas.

• O avançado grego do Nuremberga, Angelos Charisteas, festeja o seu 28º aniversário a 9 de Fevereiro.

• Luisão, defesa do Benfica, completa 27 anos a 13 de Fevereiro.

• A segunda mão está marcada para 21 de Fevereiro no terreno do Nuremberga. Quem ganhar esta eliminatória vai defrontar nos oitavos-de-final o vencedor do embate entre AEK Athens FC e Getafe CF, a 6 e 12/13 de Março, jogando a segunda mão em casa.

• Alterações de jogadores inscritos na Taça UEFA
Benfica: Entraram - László Sepsi, Ariza Makukula, Pedro Manuel.
Saíram – Miguelito, Bruno Costa, Gonzalo Bergessio, Fábio Coentrão.
Nuremberga: Entraram - Jan Koller, Jacques Abardonado, Michael Kammermeyer.
Saíram – Joshua Kennedy, Chhunly Pagenburg, Dario Vidosic.