Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Suecos no bom caminho

Quatro dos cinco representantes suecos na Taça UEFA, entre eles o Hammarby, adversário do Braga, continuam a sonhar com a fase de grupos.

James Keene festeja o golo da vitória do Elfsborg em Bucareste
James Keene festeja o golo da vitória do Elfsborg em Bucareste ©Getty Images

Quatro dos cinco representantes suecos na Taça UEFA, entre eles o Hammarby, adversário do Sporting de Braga, continuam com boas hipóteses de chegar à fase de grupos, depois de uma noite europeia bem positiva.

Häcken é excepção
Das cinco formações suecas que entraram em campo nesta quinta-feira, apenas uma - o BK Häcken, da segunda divisão, que se qualificou para a competição através do sistema Fair Play - parece já não ter possibilidades de seguir mais longe na prova, depois de ter perdido por 5-0 no terreno do FC Spartak Moskva, no jogo da primeira mão da primeira eliminatória. Contudo, Helsingborgs IF, Hammarby, IF Elfsborg e AIK Solna continuam com tudo em aberto.

Bons resultados
O Hammarby foi mais feliz e bateu em casa o Braga por 2-1, com o treinador Tony Gustavsson a afirmar em relação à formação portuguesa: "Eles são muito fortes com a bola em seu poder, mas fomos pacientes e soubemos aproveitar as nossas oportunidades. A pressão está agora do lado deles, que têm de marcar". O AIK, por seu lado, alcançou um bom empate a zero no terreno do Hapoel Tel-Aviv FC. O técnico Rickard Norling referiu: "Apostámos numa táctica mais defensiva e cumprimos na perfeição o que havíamos planeado. Em nossa casa, na segunda mão, vai ser um jogo completamente diferente".

Bis de Larsson
O Helsingborg chegou ao intervalo a perder por 3-0 no terreno do SC Heerenveen, mas conseguiu reduzir para 3-2, antes de a formação holandesa voltar a restaurar a vantagem em três golos. Contudo, um penalty convertido com por Henrik Larsson perto do final - o seu segundo golo no jogo - colocou o resultado final em 5-3, renovando as esperanças da turma sueca para o jogo da segunda mão. Melhor resultado alcançou o IF Elfsborg.

Elfsborg surpreende
O actual campeão sueco conseguiu uma das surpresas da noite, ao bater fora o campeão romeno, o FC Dinamo 1948 Bucureşti. Depois de se ver em desvantagem logo aos oito minutos em Bucareste, a formação sueca reagiu e depressa restabeleceu a igualdade, chegando ao golo da vitória por intermédio de James Keene. "Foi uma das nossas melhores exibições da temporada, provavelmente mesmo a melhor", garantiu o treinador Magnus Haglund.

Topo