Osasuna tem de evitar derrota

No dia em que Savo Milošević reencontra o Parma do defesa português Fernando Couto, o Osasuna tem de evitar a derrota para garantir uma vaga na próxima fase da Taça UEFA.

No dia do reencontro do ponta-de-lança Savo Milošević com o seu antigo clube, o Parma FC, na derradeira jornada do Grupo D da Taça UEFA, o CA Osasuna tem de evitar a derrota para garantir o apuramento para os 16 avos-de-final da prova.

• O Parma, onde actua o português Fernando Couto, já tem o apuramento garantido, na qualidade de vencedor do grupo. Os italianos venceram na visita ao Odense BK, por 2-1, no encontro de estreia na actual edição da competição. De seguida, os transalpinos receberam e bateram, por 2-1, o SC Heerenveen e alcançaram o mesmo resultado no reduto do RC Lens, tendo o suplente Daniele Paponi assinado o tento da vitória no segundo minuto do período de compensação.

• O Osasuna empatou a zero no primeiro jogo, por ocasião da recepção ao Heerenveen, saindo derrotado da visita ao Lens (3-1), mas, posteriormente, o triunfo sobre o Odense permitiu a subida ao terceiro posto do grupo. Em caso de empate ou vitória sobre o Parma, os espanhóis poderão terminar no segundo lugar, mas se perderem arriscam-se a ser eliminados.

• O desempate entre equipas que terminarem a fase de grupos com os mesmos pontos será efectuado de acordo com os seguintes critérios e por esta ordem: diferença de golos, golos marcados e, por último, golos apontados fora de casa. Tanto Odense como Heerenven - que recebe o Lens - podem ultrapassar o conjunto espanhol, dependendo dos resultados da quinta jornada.

• A equipa que terminar no primeiro lugar do grupo garante um duelo nos 16 avos-de-final com um dos terceiros classificados dos outros grupos, em sorteio agendado para 15 de Dezembro, enquanto o segundo classificado defronta um dos terceiros colocados dos grupos da UEFA Champions League.

• Estas duas equipas nunca se defrontaram nas competições europeias.

• O treinador do Parma, Stefano Pioli, defrontou um adversário espanhol durante a sua carreira de jogador, marcando presença em ambos os jogos frente Club Atlético de Madrid ao serviço da AC Fiorentina, na primeira eliminatória da edição 1989/90 da Taça UEFA. As equipas venceram ambas por 1-0 e, após o prolongamento na segunda mão, Piolo esteve entre os jogadores que marcaram as grandes penalidades que permitiram a vitória dos transalpinos, por 3-1.

• O defesa português do Parma, Fernando Couto, representou o FC Barcelona nas épocas 1996/97 e 1997/98.

• O defesa-esquerdo do Parma, Paolo Castellini, actuou durante duas temporadas em Espanha com a camisola do Real Betis Balompié, marcando presença em 13 partidas da Liga e duas das competições europeias.

• O ponta-de-lança do Osasuna, Milošević, já defendeu as cores do Parma. O avançado sérvio serviu os italianos na época 2000/01 e durante parte da campanha seguinte, antes de uma série de empréstimos a formações espanholas, que culminaram na transferência, a título definitivo, para o Osasuna em 2004. O atacante assinou nove golos em 31 jogos da Serie A.

• Nas competições europeias, o Parma mediu forças com clubes espanhóis nove vezes, em quatro eliminatórias a duas mãos e na fase de grupos da Taça UEFA.

• A formação italiana bateu por duas vezes o Atlético nas meias-finais. A primeira ocasião surgiu na caminhada para o triunfo na edição 1992/93 da Taça das Taças, frente ao R. Antwerp FC, antes de no percurso rumo a novo título, desta feita na final de 1999 da Taça UEFA, tendo como adversário o Olympique de Marseille.

• No total, o Parma venceu cinco jogos frente a opositores espanhóis, empatou um e perdeu três.

• Em quatro encontros disputados em solo transalpino, o Parma venceu três e perdeu um.

• O Osasuna nunca defrontou equipas espanholas nas competições europeias.