Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Sevilha esmaga Grasshoppers

Grasshopper-Club 0-4 Sevilla FC
A equipa espanhola garantiu a presença nos 16 avos-de-final com uma goleada que eliminou os suíços da prova.

O detentor da Taça UEFA, o Sevilla FC, confirmou em grande estilo o apuramento para os 16 avos-de-final da prova deste ano, ao golear o Grasshoppers Sk, por 4-0.

Suíços eliminados
Daniel Alves, com dois golos, Ernesto Chevantón e Kepa Blanco construíram o resultado que permitiu à equipa espanhola alcançar o primeiro lugar do Grupo C, com sete pontos, a meias com o AZ Alkmaar, que esta quarta-feira empatou em casa com o FC Slovan Liberec (2-2). Estes resultados significam o adeus do Grasshoppers à competição, com a formação suíça a visitar, na última jornada, o terreno do Sporting de Braga.

Golo madrugador
O Sevilha entrou determinado no encontro e, já depois de o avançado uruguaio Chevantón ter testado a atenção do guarda-redes Fabio Coltorti, adiantou-se no marcador aos 12 minutos. Daniel Alves mostrou toda a sua técnica para ultrapassar a defesa suíça e rematou forte, com o toque de Coltorti na bola a não ser suficiente para evitar o golo.

Muito trabalho
O guarda-redes forasteiro teve, aliás, uma noite de muito trabalho, uma vez que a pressão da equipa da casa era enorme, e Coltorti brilhou ao defender com uma mão um remate forte de Chevantón, antes de desviar para canto um livre de Luis Fabiano. Já na segunda parte, o recém-entrado Mbuta Mbala desperdiçou uma excelente oportunidade para fazer o 2-0, que acabaria por surgir aos 62 minutos.

Finalmente Chevantón
O lance nasceu de um cruzamento de Luis Fabiano, que Luca Denicolà não conseguiu cortar na perfeição, com Daniel Alves a parar de peito antes de rematar de pé direito para o fundo da baliza. Chevantón, que havia marcado na vitória da semana passada sobre o Braga (2-0), voltou a celebrar esta quarta-feira, aproveitando um passe magistral de Christian Poulsen para, à segunda tentativa, bater Coltorti.

Cereja no topo do bolo
Digo León e Eduardo ainda testaram a atenção do guarda-redes sevilhano, Andrés Palop, mas foi a equipa da casa que voltou a marcar, com Kepa a estabelecer o resultado final quando faltavam seis minutos para o final da partida.

Topo