Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

AZ mantém invencibilidade

Grasshopper-Club 2-5 AZ Alkmaar
Os holandeses marcaram três golos nos últimos 12 minutos, garantindo assim a segunda vitória no Grupo C da Taça UEFA.

O AZ Alkmaar marcou três golos perto do final da partida, alcançando uma expressiva vitória por 5-2 em casa do Grasshopper-Club, mantendo-se, assim, invicto fora de casa esta época.

Resultado exagerado
Foi a segunda vitória dos comandados de Louis van Gaal no Grupo C da Taça UEFA, que também inclui o Braga, isto apesar de se terem visto obrigados a dar a volta à desvantagem de um golo ao intervalo, confirmando assim o mau início do Grasshoppers nesta fase de grupos. As equipas estavam empatadas (2-2) quando Moussa Dembélé aproveitou um cruzamento de Danny Koevermans para bater Fabio Coltorti aos 78 minutos. Maarten Martens e novamente Dembélé fecharam, já nos descontos, um resultado que acabou por ser exagerado.

Grasshoppers marca primeiro
Poucos seriam capazes de adivinhar aquele que viria a ser o resultado final depois de o Grasshoppers se ter adiantado no marcador aos 29 minutos, quando Biscotte Mbala Mbuta bateu Khalid Sinouh com um remate rasteiro. No entanto, apenas 11 minutos após o início da segunda parte, os holandeses davam a volta ao resultado. Shota Arveladze empatou aos 48 minutos, batendo Coltorti ao primeiro poste, antes de Demy de Zeeuw marcar com um remate a 25 metros da baliza.

Iniciativa dos visitantes
O Grasshoppers voltou a empatar a partida aos 62 minutos, quando Roland Schwegler lançou Eduardo e o número dez brasileiro marcou já dentro da grande área. A entrada em campo de Koevermans para o lugar de Stijn Schaars ajudou os visitantes a tomarem a iniciativa do jogo, sendo que foi mesmo o suplente quem fez a assistência para Dembélé marcar o terceiro tento do AZ. O anfitrião suíço não recuperou e permitiu mais dois golos na fase final do jogo. Um remate de Maartens a 20 metros da baliza resultou no 4-2 aos 93 minutos, e Dembélé ainda marcou o quinto dois minutos mais tarde.

Topo