Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Taça UEFA concentra atenções

Os antigos campeões europeus do Estrela Vermelha defrontam, pela primeira vez em 15 anos, um adversário croata para as competições europeias.

Por Trevor Haylett

O FK Crvena Zvezda vai defrontar esta noite, pela primeira vez em 15 anos, uma equipa croata, os croatas do NK Inter Zaprešic, na segunda pré-eliminatória da Taça UEFA, que se disputa hoje com 31 jogos da primeira mão.

Importância acrescida
A separação da antiga Jugoslávia dá uma importância acrescida ao jogo, apesar de o treinador do Estrela Vermelha, Walter Zenga, afirmar que o único Inter que lhe diz alguma coisa é a sua antiga equipa: o FC Internazionale Milano.

"Maiores e mais importantes"
"Não me interessa o nome do adversário nesta altura da competição", afirmou Zenga. "O Estrela Vermelha é maior, mais importante e tem muito mais qualidade do que o Inter. Para além disso, a história entre a Sérvia e a Croácia não tem nada a ver com o desporto e não quero misturar as duas coisas".

Ausências de peso
O treinador do Inter, Srecko Bogdan, tem de lidar com as ausências de jogadores essenciais, o capitão Damir Krznar, Kristijan Polovanec e Krunoslav Vidak, todos lesionados. Ainda assim aguarda o encontro com grande expectativa: "O Estrelha Vermelha é o desafio mais aliciante que poderíamos ter pela frente na nossa estreia nas competições europeias. Trata-se de um clube famoso que já foi campeão europeu e é o favorito para esta partida".

Encontros importantes
Outros encontros importantes opõem o FC Vaduz, do Liechtenstein, aos gigantes turcos do Besiktas JK, enquanto os alemães do 1. FSV Mainz 05 defrontam os islandeses do Keflavík e o FC Zenit St. Petersburg visita o SV Pasching. Disputam-se, também, dois encontros entre equipas suíças e polacas - o Wisla Plock frente ao Grasshopper-Club e o Legia Warszawa contra o FC Zürich.

Trinta e um seguem em frente
Trinta e uma equipas passarão desta eliminatória à primeira ronda da competição, onde aguardam 49 clubes. Quarenta clubes avançarão, então, para a fase de grupos.

Final em Eindhoven
Os três primeiros classificados de cada grupo passarão a ser os últimos 32, em conjunto com os oito terceiros classificados da fase de grupos da Liga dos Campeões. Nesta altura, disputar-se-ão as tradicionais eliminatórias a duas mãos, excepto na final, que será jogada no Philips Stadion, em Eindhoven, a 10 de Maio de 2006.

Topo