Imprensa exulta epopeia do Sporting

A imprensa portuguesa exulta a noite do Sporting, enquanto os seus congéneres holandeses não percebem como é que se passou do céu ao inferno.

A imprensa portuguesa exulta a fantástica noite do Sporting na Holanda, enquanto os seus congéneres holandeses ainda estão para saber como é que se passou do céu ao inferno em tão pouco tempo.

AZ Alkmaar 3-2 Sporting Clube de Portugal (total: 4-4, Sporting vence graças aos golos fora)
O Sporting fez história na Holanda ao classificar-se, de forma épica, para a sua primeira final da Taça UEFA. Os "leões", perante um adversário que sabia o que queria, lutaram até ao último instante e foi nessa atitude indómita que encontraram razões para marcarem lugar na final de Alvalade. O jogo em Alkmaar nem sempre foi muito bem jogado, mas revestiu-se de uma intensidade radical, culminando com muita gente, de verde vestida, feliz e com lágrimas... (A Bola, Portugal)

Num jogo impróprio para cardíacos, o Sporting conseguiu o acesso à final graças a um golo nos últimos segundos de Miguel Garcia. Depois do apito final, a festa dos adeptos do Sporting foi nas ruas de Lisboa. (Diário de Notícias, Portugal)

As lágrimas caíram depois do golo de Miguel Garcia. A final esteve tão perto, mas acabou tão longe. Resta ao Alkmaar pensar no que teria acontecido se tivesse à sua disposição os jogadores que estão lesionados. O AZ ficou conhecido em toda a Europa pela excelente campanha que teve início em Thessaloniki e que acabou, de forma abrupta, na noite passada no Alkmaarderhout. (Algemeen Dagblad, Netherlands)

(De Volkskrant, Netherlands)

PFC CSKA Moskva 3-0 Parma FC (total: 3-0)

(Sport-Express, Russia)

O CSKA chegou à final com alguma facilidade, pelo que é possível que conquiste o primeiro troféu da nova Rússia. Os italianos, conhecidos pela sua mestria defensiva, foram afastados de forma clara e sem qualquer margem para dúvida. (Sovetsky Sport, Russia)

Foi um resultado justo porque o Parma não conseguiu pedir outro milagre aos seus jovens jogadores. Seria óptimo escrever mais um capítulo sobre esta grande aventura, mas o CSKA deu tudo enquanto o Parma apenas deu o que podia dar. O CSKA foi uma equipa completamente diferente daquela que se apresentou na primeira mão e o Parma não conseguiu ripostar. (Corriere dello Sport, Italy)