Áustria quer continuar a fazer história

Momento de forma: O Áustria de Viena, agora com Toni Polster como director-geral, recebe o Atlético de Bilbau.

Com o recomeço da Taça UEFA, após a pausa de Inverno, o uefa.com faz uma análise à forma das 32 equipas que vão participar nos 16 avos-de-final da competição, esta semana.

FK Austria Wien v Athletic Club Bilbao
Ao chegar a esta fase da competição, o Áustria de Viena conseguiu, pela primeira vez em 20 anos, permanecer nas competições europeias após o Natal. Uma semana depois da decisiva vitória sobre o FC Utrecht, em Dezembro passado, o clube recebeu a notícia de que o antigo internacional Toni Polster era o seu novo director-geral do clube. O encontro frente ao Atlético de Bilbau será a primeira partida oficial desde que derrotaram os holandeses. O início de 2005 ficou marcado por uma presença pouco notória num tradicional torneio de futebol "indoor", a Hallencup.

A seguir, o clube efectuou um estágio em Marbella (Espanha), onde disputou alguns jogos particulares. Sigurd Rushfeldt marcou nos empates a uma bola com o Brøndby IF e com os russos do FC Saturn Ramenskoye, com o Áustria a vencer, em seguida, o BSC Young Boys (1-0) e o FC Rubin Kazan (2-1). Sucedeu-se uma viagem à Croácia, que culminou com uma derrota, por 1-0, frente ao NK Varteks. Desde a pausa de Inverno, foram duas as contratações do clube, mas apenas o médio internacional polaco, Sebastian Mila, oriundo do Groclin Grodzisk Wielkopolski, poderá jogar na Taça UEFA, dado que o defesa checo Adam Petrous já representou o Rubin na competição. O médio Markus Kiesenebner também não vai poder jogar frente aos bascos devido a um problema no músculo da coxa.

Entradas: Sebastian Mila, Thomas Arthaber
Saídas: Radovan Vujanovic, Bartolomej Kuru

A irregular liga espanhola do Atlético de Bilbau tem contrastado com a excelente carreira na Taça do Rei. Os vencedores do Grupo B despediram-se de 2004 com uma vitória, por 4-0, sobre o RCD Mallorca e ainda não perderam em 2005. Começaram o novo ano com empates a uma bola com o CD Numancia e o RCD Espanyol e arrecadaram a primeira vitória do ano ao recuperarem de uma desvantagem de três golos para derrotarem o CA Osasuna, com Julen Guerrero a marcar o golo da vitória à beira do fim. Desde aí, os bascos empataram os seus últimos três encontros, com o Valencia CF (2-2), RC Deportivo La Coruña (1-1) e Real Betis Balompié (4-4), este, no útimo domingo. O Athletic ocupa o nono lugar da tabela.

Destaque nos bascos para o surgimento de mais uma estrela: o avançado de 19 anos, Fernando Llorente. Tendo-se estreado apenas em Janeiro, frente ao Espanyol, Llorente marcou um "hat-trick" no jogo seguinte, com o UD Lanzarote, que a sua equipa ganhou por 6-0 e que lhe deu o passaporte para a meia-final da Taça do Rei. Luis Prieto foi contratado até 2009 e Javi González recuperou de uma lesão grave no joelho.

Entradas: Gontzal Rodríguez Diez.
Saídas: Gorka Azkorra Trueba, Igor Angulo Alboniga

Topo