O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Villarreal relança luta pelo apuramento

Villarreal CF 2-0 Middlesbrough FC
A turma inglesa estreou-se este ano nas competições europeias e sofreu a primeira derrota às mãos dos espanhóis do Villarreal.

O Villarreal CF colocou-se em boa posição para seguir em frente no Grupo E da Taça UEFA ao infligir ao Middlesbrough FC a sua primeira derrota europeia, no estádio El Madrigal.

Diferença de dois pontos
José Antonio Guayre abriu o activo aos 37 minutos e, numa altura em que o Middlesbrough apostava tudo no ataque à procura da igualdade, Javi Venta apontou o segundo dos espanhóis a 15 minutos do fim. Este triunfo deixou o Villarreal, semi-finalista na temporada transacta, com quatro pontos, a dois do adversário desta noite da Premiership e com um jogo a menos. O Villarreal visita o FK Partizan na próxima semana e termina a sua participação no grupo com a recepção ao Egaleo FC. O Middlesbrough tem apenas mais um jogo para disputar, frente ao Partizan, a 15 de Dezembro, mas está bem colocado para alcançar o apuramento, uma vez que venceu os dois primeiros encontros.

Ingleses em poupanças
Ao Middlesbrough teria bastado um ponto para que a turma inglesa assegurasse um lugar na próxima fase. Talvez por essa razão, o treinador Steve McClaren aproveitou para fazer descansar alguns dos seus jogadores, como Jimmy Floyd Hasselbaink e Mark Viduka. O Villarreal não pôde contar com José Mari, marcador do golo fora frente à S.S. Lazio que garantiu um ponto à sua equipa, antes de ser expulso, logo na primeira jornada.

Bom começo britânico
A formação visitante mostrou-se aguerrida e dificultou bastante a vida da formação espanhola nos primeiros minutos. O jovem e promissor extremo-esquerdo do Middlesbrough, Stewart Downing, esteve no primeiro lance de verdadeiro perigo do encontro, mas o seu remate com o pé direito, o seu mais fraco, não saiu com força suficiente forte para importunar o guardião José Manuel Reina.

Riquelme influente
Aos poucos, o Villarreal começou a surgir no jogo e o médio argentino, Juan Román Riquelme, começou a ganhar protagonismo. Aos 33 minutos, apontou um livre em jeito que contornou a barreira visitante e obrigou o guarda-redes Mark Schwarzer a defesa apertada com a mão esquerda e alívio final com o pé esquerdo.

Golo de Guayre
O Schwarzer foi obrigado a intervir novamente logo a seguir, um sinal de que o primeiro golo estava perto. Este surgiu aos 37 minutos, quando Guayre acorreu a um passe rasgado de Riquelme, fugiu a Chris Riggott e rematou colocado, sem hipótese para Schwarzer.

Entram Jimmy e Viduka
O treinador do Middlesbrough, Steve McClaren, quis segurar a qualificação antecipada da sua equipa e, ao intervalo, fez entrar os dois avançados habitualmente titulares. Algumas boas combinações entre Jimmy e Viduka colocaram de imediato a defesa do Villarreal em sentido e a vantagem da equipa espanhola pareceu estar em perigo.

Viduka perto do golo
O avançado australiano teve nos pés duas oportunidades consecutivas, a primeira das quais saiu por cima, enquanto a segunda passou bem rente ao poste, após ter fugido a algumas entradas mais duras.

Exploração dos espaços
Aos 68 minutos, o Middlesbrough chegou mesmo a marcar um golo, por intermédio de Riggott, após livre marcado por Boudewijn Zenden, mas o defesa estava ligeiramente adiantado e o tento foi anulado. A turma da casa soube aproveitar os espaços criados com a subida do Middlesbrough e, aos 75 minutos, Venta recebeu mais um grande passe de Riquelme, ultrapassou Franck Queudrue e colocou a bola por cima do desamparado Schwarzer. Estava feito o resultado final.