Crespo dá Taça UEFA ao Parma

Crespo dá Taça UEFA ao Parma
Crespo dá Taça UEFA ao Parma ©UEFA.com

Na época de 1998/99, o Parma AC escreveu uma das páginas mais gloriosas da sua história. A equipa treinada por Alberto Malesani não só conquistou a Taça de Itália, como ganhou a Taça UEFA pela segunda vez em apenas quatro épocas. A turma parmesã estava recheada de jogadores talentosos, com Lilian Thuram e Fabio Cannavaro na defesa, Dino Baggio e Juan Verón no meio-campo e Hernán Crespo no ataque.

Pouca resistência
Os italianos encontraram pouca resistência no caminho até à final. Na primeira eliminatória, o Fenerbahçe SK conseguiu triunfar na Turquia, mas foi eliminado em Itália. Bem pior foi a sorte do FC Girondins de Bordeaux. Nos quartos-de-final, os franceses venceram por 2-1 em casa, mas foram humilhados por 6-0 no estádio Ennio Tardini. Por comparação, o Club Atlético de Madrid foi menos massacrado nas meias-finais, sendo afastado com um total de 5-2.

Batalha de Marselha
Na final, os italianos encontraram o Olympique de Marseille, um adversário que prometia dar muita luta. Os franceses defrontaram, nas meias-finais, o Bologna FC, num embate que ficou marcado pelos confrontos entre os jogadores das duas equipas no túnel de acesso aos balneários. O Marselha seguiu em frente, graças a uma grande penalidade convertida por Laurent Blanc e aos golos marcados fora de casa, mas as aspirações ficaram seriamente comprometidas devido aos castigos aplicados a quatro jogadores. Christophe Dugarry e Fabrizio Ravanelli foram dois dos ausentes da final, que teve lugar no estádio Luzhniki, em Moscovo. Os italianos dominaram o jogo e venceram por 3-0. Crespo abriu o activo aos 26 minutos e Enrico Chiesa aumentou a vantagem 10 minutos mais tarde. O resultado final foi feito por Paolo Vanoli, o mecânico do clube que se tornou num centrocampista dos "gialloblù".