O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Villarreal 2-1 Arsenal: Golos na primeira parte ditam vitória espanhola

Manu Trigueros e Raúl Albiol marcaram nos primeiros 45 minutos pelo Villarreal, mas o o penálti de Nicolas Pépé dá esperança ao Arsenal.

Resumo: Villarreal 2-1 Arsenal
Resumo: Villarreal 2-1 Arsenal

O Villarreal, de Unai Emery, levou a melhor sobre o antigo clube do seu treinador, ao bater o Arsenal em casa, por 2-1, na primeira mão das meias-finais da UEFA Europa League, mas um golo dos londrinos na segunda parte deixa tudo em aberto.

Villarreal - Arsenal: como tudo aconteceu, reacções


A equipa da casa entrou melhor no jogo e foi recompensada por isso logo aos cinco minutos, com Manu Trigueros a rematar rasteiro, para o fundo das redes, já de ângulo apertado. O Arsenal continuou a mostrar dificuldades em encontrar o seu ritmo e viu o Villarreal dilatar a vantagem à passagem da meia hora, quando Raúl Albiol aproveitou um desvio de Gerard Moreno para fazer o 2-0.

A situação piorou ainda mais para o Arsenal quando Dani Ceballos viu o segundo cartão amarelo e o consequente vermelho aos 12 minutos da segunda parte. Mas, alguns minutos mais tarde, Trigueros derrubou Bukayo Saka dentro da grande área do Villarreal e Nicolas Pépé não perdoou na conversão do consequente castigo máximo.

Houve ainda tempo para o Villarreal ficar também reduzido a dez jogadores, com Étienne Capoue a ser expulso igualmente por acumulação de amarelos.

Raúl Albiol festeja o segundo golo do Villarreal
Raúl Albiol festeja o segundo golo do VillarrealUEFA via Getty Images

Principais estatísticas

  • Trigueros marcou o seu terceiro golo nas provas de clubes da UEFA – o primeiro desde 2017 – no seu 53º jogo nas competições europeias.
  • Depois de ter também marcado ao Dynamo Kyiv nos oitavos-de-final, Albiol conseguiu pela primeira vez marcar mais do que um golo numa campanha europeia.
  • O Arsenal voltou a perder fora de portas nas competições europeias, ao fim de 13 jogos, vendo assim chegar ao fim a maior série de invencibilidade da história do clube como visitante na Europa.

Equipas

Villarreal: Rulli; Foyth (Gaspar 70), Albiol, Torres, Pedraza (Gómez 80); Parejo, Capoue, Trigueros (Alberto Moreno 80); Gerard Moreno, Alcácer (Coquelin 46), Chukwueze

Arsenal: Leno; Chambers, Holding, Pablo Marí, Xhaka; Ceballos, Partey; Smith Rowe, Ødegaard (Martinelli 63), Saka (Aubameyang 85); Pépé

Pépé não falhou na transformação da grande penalidade e manteve o Arsenal na luta pela eliminatória
Pépé não falhou na transformação da grande penalidade e manteve o Arsenal na luta pela eliminatóriaGetty Images

O que se segue

A segunda mão está agendada para 6 de Maio, em Londres. Antes, o Arsenal visita o campo do Newcastle na Premier League inglesa (01/05), enquanto o Villarreal recebe o Getafe na Liga espanhola (02/05).