O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Perfil do Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán

Capacidade do Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán: 40,941
Recorde de assistência: 71,114 frente ao Rayo Vallecano
Dono: Sevilha

Sevilha recebe a final da Europa League
Sevilha recebe a final da Europa League

Nomeado em homenagem ao ex-presidente do Sevilha, Ramón Sánchez-Pizjuán, o estádio está em uso contínuo desde 1958, quando substituiu o Estádio de Nervión como casa do Sevilha. Tinha uma capacidade permanente de mais de 70.000 espectadores quando foi inaugurado e poderia receber 77.000 adeptos em meados da década de 1970, isto antes dos trabalhos de melhoria e um foco maior em assentos reduzirem a capacidade para pouco mais de 40.000.

UEFA via Getty Images

Com a sua já famosa vibrante atmosfera, o Ramón Sánchez-Pizjuán foi apelidado de "La Bombonera de Nervión" em homenagem à casa igualmente excitante do clube argentino Boca Juniors, sendo que já foi palco de vários dramáticos jogos em campo neutro. A República Federal da Alemanha venceu aqui a França nos penáltis nas meias-finais do Campeonato do Mundo de 1982, enquanto o triunfo do Steaua Bucureşti na final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1986, frente ao Barcelona, também surgiu na sequência de um desempate por grandes penalidades.