O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Vincenzo Italiano sobre coragem, foco, adaptabilidade e a final da Europa Conference League contra o West Ham – entrevista

"Não pensei que chegaríamos tão longe", admite o treinador da Fiorentina enquanto prepara a sua equipa para a final da UEFA Europa Conference League, frente ao West Ham, em Praga.

Vincenzo Italiano levou a Fiorentina a duas finais na sua primeira época no clube
Vincenzo Italiano levou a Fiorentina a duas finais na sua primeira época no clube UEFA via Getty Images

Contratado como técnico da Fiorentina em 2021 após uma passagem bem-sucedida pelo comando do Spezia, a missão de Vincenzo Italiano era despertar um gigante adormecido. E a verdade é que o treinador logrou conduzir o conjunto Viola à UEFA Europa Conference League desta temporada e agora à sua primeira final europeia desde 1990.

A sua equipa ultrapassou o Lech Poznań nos quartos-de-final e recuperou depois de uma derrota em casa na primeira mão para eliminar o Basileia nas meias-finais, marcando o golo da vitória nos últimos segundos do prolongamento. A formação do técnico de 45 anos não conseguiu evitar a derrota na recente final da Taça da Itália, perdendo por 2-1 contra o Inter, mas Italiano espera que possam recuperar dessa desilusão para garantir um troféu ainda mais prestigioso em Praga.

Ver os resumos
Fiorentina - West Ham: Actualizações da final

Sobre o West Ham, adversário na final

Caminhada do West Ham até à final da Conference League: Todos os golos

Deixando de lado o nosso adversário, o primeiro desafio é que vamos jogar uma final. Devemos preparar cada detalhe, já que qualquer erro pode ser fatal na partida. Cada jogada conta e pode criar um resultado diferente daquele da nossa primeira final na Taça da Itália, que perdemos [ante o Inter]. Devemos estar atentos a tudo e entrar em campo com o máximo de foco, principalmente porque vamos defrontar o West Ham, que é um conjunto forte, com muita qualidade e jogadores em excelente condição física.

Sobre os seus três princípios: coragem, foco e adaptabilidade

Caminhada da Fiorentina até à final da Conference League: Todos os golos

Mostrámos essas qualidades em todos os jogos. Mostrámos isso no play-off, depois na fase de grupos e ainda mais nos últimos jogos. Mostrámos [essas qualidades] em Poznań e também em Basileia. Principalmente nesse último jogo – com garra e boa estratégia – conseguimos superar a desvantagem do primeiro jogo e apurar-nos para esta final.

O nosso trabalho começou no ano passado. Estávamos num caminho de reconstrução e de mudança do plantel. O nosso principal objectivo era apurar-nos mais uma vez para uma competição europeia e conseguimos. Não pensei que chegaríamos tão longe no nosso desenvolvimento nesta fase, mas, é claro, estamos entusiasmados com isso. Mostrámos que estávamos à altura do desafio e não parecemos deslocados nesta competição.

Sobre o segredo do sucesso da Fiorentina nesta época

Todos os golos de Cabral pela Fiorentina esta época

Pessoalmente, estou muito feliz por ir disputar uma final e ter a oportunidade de levantar um troféu. É o meu sonho desde que fui nomeado treinador da Fiorentina e percebi que tínhamos potencial para alcançar resultados tão bons como este.

Esta foi a minha primeira vez [como treinador] numa competição europeia, sendo que foi também a primeira vez que o treino semanal foi um pouco diferente. Para alguns dos jogadores, esta foi a primeira vez na Europa também, e isso nunca é fácil. No entanto, conseguimos adaptar-nos. Começámos a preparar-nos bem para os jogos apesar da dificuldade de ter menos treinos. Vencer permitiu-nos trabalhar com entusiasmo, então seguimos em frente, sabendo que poderíamos chegar ao fim. E esta final vale todo o nosso trabalho e sacrifício.

Acerte no resultado da final com o Prognósticos!