O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Quartos-de-final da UEFA Europa Conference League: O que esperar

A Roma de José Mourinho vai reencontrar um "carrasco" recente, enquanto o Slavia Praga vai defrontar a única equipa que o seu treinador queria evitar. A primeira mão dos quartos-de-final da Europa Conference League é já no dia 7 de Abril.

Bodø/Glimt-Roma e Feyenoord-Slavia Praga vão repetir-se nos quartos-de-final
Bodø/Glimt-Roma e Feyenoord-Slavia Praga vão repetir-se nos quartos-de-final

O sorteio dos quartos-de-final da UEFA Europa Conference League proporcionou algumas reuniões indesejadas e outros duelos interessantes.

Num artigo apresentado pela Enterprise Rent-A-Car, analisamos os principais pontos de interesse.

Jogos dos quartos-de-final

Bodø/Glimt (NOR) - Roma (ITA)
Feyenoord (NED) - Slavia Praga (CZE)
Marselha (FRA) - PAOK (GRE)
Leicester City (ENG) - PSV Eindhoven (NED)

Adivinhe o vencedor de todas as eliminatórias até ao final da época para criar o seu Bracket da Europa Conference League.

Os jogos da primeira mão disputam-se a 7 de Abril, com os desafios da segunda mão agendados para a quinta-feira seguinte.

Um novo nome para um novo troféu

Europa Conference League: Conheça os participantes nos quartos-de-final
Europa Conference League: Conheça os participantes nos quartos-de-final

Como esta é a temporada inaugural da mais recente competição de clubes da UEFA, haverá um novo nome no troféu, após a final de 25 de Maio. Contudo, será possível um clube estrear-se a vencer uma prova europeia?

Os quartos-de-final apresentam quatro clubes que já venceram troféus da UEFA (Roma, Feyenoord, Marselha e PSV) com quatro que ainda não conquistaram qualquer troféu na Europa (Bodø/Glimt, Slavia Praga, PAOK e Leicester).

Déjà vu para a Roma

Resumo da fase de grupos: Bodø/Glimt 6-1 Roma
Resumo da fase de grupos: Bodø/Glimt 6-1 Roma

Se os adeptos da Roma não estavam familiarizados com o Bodø/Glimt antes desta época, já não precisam de apresentações neste momento. Tudo porque o conjunto norueguês goleou os "giallorossi" num jogo perto do Círculo Polar Ártico, durante a fase de grupos, com os romanos a sucumbirem a uma pesada derrota por 6-1, a mais pesada na carreira de José Mourinho.

Duas semanas depois, o Bodø/Glimt provou que tal façanha não tinha sido obra do acaso, ao conquistar um ponto na capital italiana. Erik Botheim e Patrick Berg, peças importantes na manobra da equipa, deixaram o clube mas o Bodø/Glimt mostrou que continua a causar estragos, tendo deixado pelo caminho Celtic e AZ Alkmaar.

Golos garantidos?

Resumo: Slavia Praga 2-2 Feyenoord
Resumo: Slavia Praga 2-2 Feyenoord

Slavia e Feyenoord também se encontraram na fase de grupos, com o clube neerlandês a somar quatro pontos, mas apenas graças a um golo num empate no último minuto, na República Checa. O técnico do Slavia, Jindřich Trpišovský, fez notar que queria evitar o Feyenoord, revelando que ficou impressionado com a vitória dos neerlandeses, com um total de 8-3, sobre o Partizan.

O técnico não viu satisfeito o seu desejo mas para o adepto comum até pode ser um bom sinal, já que as duas eliminatórias do Slavia nesta campanha terminaram em 6-4 e 7-5, sendo que os golos parecem estar praticamente garantidos.

Datas importantes

7 e 14 de Abril: Quartos-de-final
28 de Abril e 5 de Maio: Meias-finais
25 de Maio: Final (National Arena, Tirana)