O "site" oficial do futebol europeu

Cazaquistão

Cazaquistão
Sergei Gridin comemora um dos seus dois golos frente ao Azerbaijão, em Junho de 2011 ©Stanislav Filippov

Cazaquistão

Melhor resultado: Nunca se qualificou
Seleccionador: Miroslav Beránek
Melhor marcador: de todos os tempos – Ruslan Baltiev (13); actual – Nurbol Zhumaskaliyev, Sergei Ostapenko (6)
Mais jogos: de todos os tempos – Ruslan Baltiev (73); actual – Nurbol Zhumaskaliyev (57)
Fundação da federação: 1992
Alcunha: Nenhuma
Onde joga: Astana Arena, Astana

Antiga república da União Soviética, o Cazaquistão aderiu à Confederação Asiática de Futebol após a independência, em 1992, acabando por ser aceite como membro da UEFA uma década mais tarde. O nono maior país do Mundo, mas com uma população, em termos relativos, baixa, de cerca de 18 milhões de habitantes, teve a sua selecção nacional envolvida apenas em duas qualificações para o Campeonato da Europa, terminando em sexto lugar, entre oito candidatos, na caminhada para o UEFA EURO 2008 e sexto e último classificado quatro anos depois. O apuramento para o Campeonato do Mundo de 2014 provou ser mais do mesmo, somando apenas cinco pontos no seu grupo de qualificação.

Registo no EURO
Jogos disputados
Total: J24 V3 E5 D16 GM17 GS45
Fase final: J0 V0 E0 D0 GM0 GS0
Qualificação: J24 V3 E5 D16 GM17 GS45

Garantido como membro da UEFA demasiado tarde para poder participar na qualificação para o UEFA EURO 2004, o Cazaquistão teve de esperar quatro anos para sentir o que é estar na caminhada para um Europeu. A campanha rumo ao 2008 começou da melhor maneira, com os comandados de Arno Pijpers a empatarem a zero na Bélgica. No sexto encontro derrotaram a Sérvia por 2-1, em Almaty, naquele que foi o primeiro triunfo como membro de pleno direito da UEFA. Uma vitória na Arménia, por 1-0, e um empate 2-2 com a Bélgica levaram-nos a conquistar dez pontos em 14 partidas.

Quatro anos depois houve menos ainda para comemorar na campanha do Cazaquistão, que começou sob o comando do alemão Bernd Storck e terminou com o checo Miroslav Beránek. Emparelhado com Alemanha, Bélgica, Turquia, Áustria e Azerbaijão, o Cazaquistão terminou no último lugar no Grupo A, com apenas quatro pontos, somando apenas uma vitória, em casa, sobre o Azerbaijão, por 2-1.

Jogos memoráveis no EURO
21/11/07: Arménia 0-1 Cazaquistão, qualificação do UEFA EURO 2008
O golo de Sergei Ostapenko em Yerevan deu ao Cazaquistão a primeira vitória fora numa competição da UEFA.

17/10/07: Cazaquistão 1-2 Portugal, qualificação do UEFA EURO 2008
Tudo se conjugava para um meritório nulo, a seis minutos do fim, antes dos três golos de rajada.

24/03/07: Cazaquistão 2-1 Sérvia, qualificação do UEFA EURO 2008
Um tento de Nurbol Zhumaskaliyev garantiu a primeira vitória oficial do Cazaquistão desde que se tornou membro de pleno direito da UEFA.

Sabia que?
Nenhum jogador cazaque representou a URSS até 1997, ano em que o defesa Seilda Baishakov completou duas internacionalizações. Uma década depois outro defesa, Evgeny Yarovenko, fez também dois jogos antes de ajudar a selecção soviética a conquistar o ouro nos Jogos Olímpicos de 1988, em Seul.

*Última actualização a 07/01/2014

Última actualização: 20-01-14 13.23CET

http://pt.uefa.com/teamsandplayers/teams/teama/team=65146/profile/index.html#cazaquistao

Registo nas competições da UEFA

  • Vitória mais dilatada:
    03-06-2011, Cazaquistão 2-1 Azerbaijão, Astana
    24-03-2007, Cazaquistão 2-1 Sérvia, Almaty
  • Derrota mais pesada:
    26-03-2011, Alemanha 4-0 Cazaquistão, Kaiserslautern
  • Presenças Campeonato da Europa: 3
  • Mais presenças: 22
    Samat Smakov (KAZ)
  • Melhores marcadores: 5
    Dmitriy Byakov (KAZ)