O "site" oficial do futebol europeu

Hungria

Hungria
Imre Szabics festeja o seu golo frente à Suécia na fase de qualificação do UEFA EURO 2012 ©Getty Images

Hungria

Melhor resultado: Meias-finais (1964, 1972; terceiro lugar em 1964)
Seleccionador:
Attila Pintér
Melhor marcador:
de todos os tempos – Ferenc Puskás (84); actual – Balázs Dzsudzsák (14)
Mais jogos:
de todos os tempos – József Boszik (101); actual – Gábor Király (90
Fundação da federação: 1901
Alcunha: Nenhuma
Onde joga: Estádio Ferenc Puskás, Budapeste

Em tempos um dos gigantes do futebol europeu e mundial, vice-campeã do Mundo em 1938 e 1954, para além de três vezes campeã olímpica, a Hungria não participa numa grande competição desde o Campeonato do Mundo de 1986. A era de ouro de Ferenc Puskás, József Bozsik, Sándor Kocsis e do resto dos Fantásticos Magiares, que se destacaram nos anos 50, é agora uma memória distante. A Hungria terminou, respectivamente, em terceiro e quarto lugar nos Campeonatos da Europa de 1964 e 1972, não tendo mais voltado a disputar a fase final da competição.

Registo no EURO
Jogos disputados
Total: J113 V47 E22 D44 GM188 GS157
Fase final: J4 V1 E0 D3 GM5 GS6
Qualificação: J109 V46 E22 D41 GM183 GS151

A Hungria foi uma potência nas primeiras edições do EURO, nomeadamente quando Flórián Albert a inspirou na conquista do terceiro lugar em 1964 e do quarto em 1972, mas, desde então, nunca mais marcou presença na fase final. Em 1964, bateu País de Gales, República Federal da Alemanha e França antes de sofrer uma derrota por 2-1, no prolongamento, frente à Espanha, nas meias-finais. Três dias depois, a Hungria levou a melhor por 3-1, também no prolongamento, no jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares, num encontro frente à Dinamarca no qual Dezső Novák bisou. Em 1972, afastou a Roménia nos quartos-de-final, fase na qual foi preciso um segundo jogo para decidir o vencedor. No entanto, um penalty perto do fim, falhado por Sándor Zámbó, significou que o tento madrugador da URSS na segunda parte condenou a Hungria a mais um encontro de atribuição do terceiro e quarto lugares, do qual saiu derrotada, por 2-1, ante a anfitriã Bélgica.

As dez fases seguintes de apuramento foram marcadas pelo insucesso, apesar da selecção de Sándor Egervári ter terminado o Grupo E de apuramento para o UEFA EURO 2012 num honroso terceiro lugar, atrás da Holanda e da Suécia. O ponto alto surgiu no jogo em casa contra a Suécia, onde um golo de Gergely Rudolf, aos 90 minutos, valeu um triunfo por 2-1. Foi a primeira vitória em jogos oficiais frente a uma equipa que está acima dela no "ranking" FIFA, este século.

Jogos memoráveis no EURO
08/10/2010: Hungria 8-0 San Marino, qualificação para o UEFA EURO 2012
Um "hat-trick" de Ádám Szalai ajudou a impulsionar a Hungria na maior vitória em jogos do EURO.

17/05/1972: Hungria 2-1 Roménia, jogo de repetição dos quartos-de-final do Campeonato da Europa de 1972
A Hungria garantiu a presença nas meias-finais, em Belgrado, após vitórias sobre a Roménia em casa e fora.

25/04/1964: França 1-3 Hungria, quartos-de-final do Campeonato da Europa de 1964
Uma vitória concludente em Paris colocou a Hungria em boa posição antes do segundo jogo, em Budapeste.

Sabia que?
O recinto onde a Hungria joga em casa tem o nome do seu jogador mais famoso, Ferenc Puskás. A imprensa fora do país colocou-lhe a alcunha do "Major galopante" pois, tal como todos os jogadores do Budapest Honvéd FC, ele era, tecnicamente, um soldado.

*Última actualização: 07/01/2014

Última actualização: 20-01-14 13.21CET

http://pt.uefa.com/teamsandplayers/teams/teama/team=57/profile/index.html#hungria

Registo nas competições da UEFA

  • Vitória mais dilatada:
    08-10-2010, Hungria 8-0 San Marino, Budapest
  • Derrota mais pesada:
    26-06-2016, Hungria 0-4 Bélgica, Toulouse
    25-03-2011, Hungria 0-4 Holanda, Budapest
    06-06-2007, Noruega 4-0 Hungria, Oslo
  • Presenças Campeonato da Europa: 15
  • Mais presenças: 43
    Gábor Király (HUN)
  • Melhores marcadores: 13
    Zoltán Gera (HUN)