O "site" oficial do futebol europeu

Conte realça força do colectivo

Publicado: Segunda-feira, 27 de Junho de 2016, 21.15CET
O seleccionador italiano, Antonio Conte, sublinhou o espírito da equipa como chave para a vitória dos transalpinos sobre uns campeões em título "sem agressividade", segundo Vicente del Bosque.
por Jim Foulerton no Stade de France
Conte realça força do colectivo
Antonio Conte, seleccionador de Itália ©AFP/Getty Images
SSI Err
Publicado: Segunda-feira, 27 de Junho de 2016, 21.15CET

Conte realça força do colectivo

O seleccionador italiano, Antonio Conte, sublinhou o espírito da equipa como chave para a vitória dos transalpinos sobre uns campeões em título "sem agressividade", segundo Vicente del Bosque.

Antonio Conte, seleccionador de Itália 
Sempre disse, desde que comecei a trabalhar como seleccionador italiano, que para alcançarmos o sucesso teríamos de funcionar como uma equipa que trabalha e joga junta todas as semanas. Não podemos funcionar como uma selecção.

Estou satisfeito acima de tudo pelos jogadores. Há mais de um mês que estamos a trabalhar em termos tácticos, técnicos e mentais. Temos procurado surpreender todos e penso que já conseguimos algum sucesso. A Espanha é uma das melhores equipas do Mundo e possui jogadores de elevado nível dentro e fora do campo.

Agora vamos defrontar a melhor equipa da competição no sábado. Vai ser um jogo muito, muito difícil em todos os aspectos. Temos de recuperar bem e estar preparados para o duelo com a Alemanha da melhor forma possível. Não vamos poder contar com o Thiago Motta, mas nas adversidades damos sempre um pouco mais.

Leonardo Bonucci, defesa da Itália e homem do jogo
Demonstrámos a nossa determinação, agressividade e entreajuda. Jogámos da forma como sabemos jogar e hoje os adeptos puderam apreciar a qualidade de duas grandes equipas. 

Foi uma grande exibição da Itália contra a melhor selecção do Mundo. O nosso seleccionador disse que tínhamos de ser 23 jogadores em campo e assim fomos.

Vicente del Bosque, seleccionador da Espanha
Fomos uma equipa tímida na primeira parte. Faltou agressividade, mas na segundo tempo arriscamos mais. Tentámos chegar ao empate, criámos oportunidades, só que não conseguimos o golo.

A Itália foi a melhor equipa e o [David] de Gea foi o melhor jogador. Desejo a maiores felicidades à Itália na prova. Fizemos dois bons jogos, mas aquele golo que sofremos no último minuto contra a Croácia afectou-nos.

Não creio que seja o fim de uma era. O futebol espanhol tem uma grande estrutura e grandes jogadores. Em relação à minha posição de seleccionador, vou falar com o presidente da federação e vamos a ver o que irá acontecer.

Andrés Iniesta, médio espanhol
Não sei o que dizer. A Itália foi mais eficaz e foi superior a nós. Lutámos mais na segunda parte e o jogo mudou. As expectativas em torno da nossa selecção eram muito altas, mas agora temos de saber lidar com a desilusão e depois pensar no futuro.

Última actualização: 15-07-16 20.02CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2016/matches/round=2000744/match=2018002/postmatch/quotes/index.html#conte+realca+forca+colectivo