O "site" oficial do futebol europeu

Portugal bate Gales e está na final do EURO 2016

Publicado: Quarta-feira, 6 de Julho de 2016, 23.38CET
Portugal 2-0 País de Gales
Uma segunda parte de bom nível e uma exibição bem conseguida de Cristiano Ronaldo valeu a final à formação lusa e mais um recorde ao seu capitão.
por Hugo Pietra no Stade de Lyon

rate galleryrate photo
1/0
counter
  • loading...

Estatísticas dos jogos

PortugalPaís de Gales

Golos marcados2
 
0
Posse de bola(%)46
 
54
Total de tentativas17
 
9
Remates à baliza6
 
3
Remates para fora8
 
3
Remates defendidos3
 
3
nos postes0
 
0
Cantos6
 
2
Foras-de-jogo0
 
0
Cartões amarelos2
 
3
Cartões Vermelhos0
 
0
Faltas cometidas10
 
12
Faltas sofridas11
 
9

Classificação

Publicado: Quarta-feira, 6 de Julho de 2016, 23.38CET

Portugal bate Gales e está na final do EURO 2016

Portugal 2-0 País de Gales
Uma segunda parte de bom nível e uma exibição bem conseguida de Cristiano Ronaldo valeu a final à formação lusa e mais um recorde ao seu capitão.

Portugal, com quatro minutos fulminantes na segunda parte, derrotou o País de Gales em Lyon e tornou-se no primeiro finalista do UEFA EURO 2016, graças a golos de Cristiano Ronaldo e Nani.

Com Bruno Alves no lugar do lesionado Pepe, Portugal entrou no jogo a dominar, perante uma formação galesa cautelosa, a apostar mais no contra-ataque. Cristiano Ronaldo foi a principal dor de cabeça para o País de Gales nos minutos iniciais, com o avançado do Real Madrid muito activo na frente, dando muito trabalho aos defensores contrários.

Aos 15 minutos, após combinação com Cristiano Ronaldo, João Mário criou um lance de perigo junto da baliza de Wayne Hennessey. O médio luso esgueirou-se pelo lado direito e rematou cruzado, com a bola a sair ligeiramente ao lado. Três minutos volvidos, o País de Gales respondeu, após a marcação de um canto estudado. Gareth Bale recuou para recolher o esférico e rematou de pronto, por cima.

Aos poucos, os galeses foram subindo no terreno e, aos 22 minutos, Bale arrancou de trás, progrediu pelo lado direito e, à entrada da área, disparou forte para defesa segura de Rui Patrício. Pouco depois, Hal Robson-Kanu fugiu pelo lado direito, efectuou o cruzamento e Andy King preparava-se para cabecear quando José Fonte afastou a bola pela linha-de-fundo. Pouco antes do descanso, Ronaldo voltou a criar perigo, mas o cabeceamento saiu por cima, após cruzamento de Adrien Silva.

No segundo tempo, a toada manteve-se e Portugal chegou ao golo aos 50 minutos, por intermédio de Cristiano Ronaldo. Raphaël Guerreiro cruzou com conta, peso e medida, na sequência de um canto estudado, e o capitão da equipas das "quinas", com um cabeceamento fulgurante, fez o 1-0, para delírio dos portugueses presentes nas bancadas. Pouco depois, aos 53 minutos, Portugal ampliou a vantagem, após remate de Ronaldo de fora da área. Nani desviou o esférico e fez o 2-0.

O País de Gales tentou responder mas Portugal poderia ter marcado novamente, aos 65 minutos, após remate forte de Nani. Hennessey defendeu para a frente e João Mário, em boa posição, atirou ao lado.

Até final, o País de Gales bem tentou chegar ao golo, mas percebeu-se que a crença começava a abandonar os britânicos, ao mesmo tempo que Portugal se mostrava ameaçador no contra-ataque. Porém, o último passe raramente saiu bem e o resultado não mais sofreu alterações. Agora, na segunda final da sua história, a formação lusa vai defrontar Alemanha ou França, adversário que sairá da segunda meia-final, esta quinta-feira.

Melhor em Campo: Cristiano Ronaldo

Última actualização: 14-07-16 19.47CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2016/matches/round=2000450/match=2017905/postmatch/report/index.html#portugal+final+euro+2016