O "site" oficial do futebol europeu

Nulo junta Suíça à França nos oitavos-de-final

Publicado: Domingo, 19 de Junho de 2016, 21.45CET
Suíça 0-0 França
Os anfitriões acertaram três vezes nos ferros, duas por Paul Pogba e uma por Dimitri Payet, num empate que deixa ambas as selecções apuradas.
por Andrew Haslam no Stade Pierre Mauroy
Nulo junta Suíça à França nos oitavos-de-final
O guarda-redes da Suíça, Yann Sommer, nega o golo a Paul Pogba ©AFP/Getty Images

Estatísticas dos jogos

SuíçaFrança

Golos marcados0
 
0
Posse de bola(%)58
 
42
Total de tentativas6
 
13
Remates à baliza0
4
Remates para fora3
 
3
Remates defendidos3
 
6
nos postes0
2
Cantos5
 
10
Foras-de-jogo4
 
0
Cartões amarelos0
2
Cartões Vermelhos0
 
0
Faltas cometidas9
 
10
Faltas sofridas10
 
8

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Última actualização: 17/11/2017 10:12 CET
SSI Err
Publicado: Domingo, 19 de Junho de 2016, 21.45CET

Nulo junta Suíça à França nos oitavos-de-final

Suíça 0-0 França
Os anfitriões acertaram três vezes nos ferros, duas por Paul Pogba e uma por Dimitri Payet, num empate que deixa ambas as selecções apuradas.

  • França e Suiça terminam no primeiro e segundo lugares do Grupo A após empatarem em Lille
  • Paul Pogba acerta duas vezes na trave nos minutos iniciais
  • Substituto Dimitri Payet também viu a trave devolver um remate seu
  • A França, vencedora do Grupo A, defrontará, a 26 de Junho, em Lyon, um dos quatro melhores terceiros classificados
  • A Suíça, segunda classificada do Grupo A, defrontará o segundo classificado do Grupo C, a 25 de Junho, em Saint-Etienne

França e Suíça empataram sem golos em Lille, resultado que valeu o apuramento de ambos nas duas primeiras posições do Grupo A para os oitavos-de-final.

O apuramento garantido na ronda anterior possibilitou que Didier Deschamps poupasse, por exemplo, a sua figura mais determinante na prova, Dimitri Payet, que só entrou aos 62 minutos, para o lugar de Kingsley Coman. Ao invés, promoveu os regressos de Paul Pogba e Antoine Griezmann, concedeu a titularidade a Andé-Pierre Gignac e lançou Yohan Cabaye, que se estreou na prova.

No lado suíço, a jovem esperança do ataque, Breel Embolo, ocupou o lugar de Haris Seferovic, que não fora feliz nos primeiros dois encontros. O jogo teve uma entrada fortíssima de França que, todavia, passou por apuros aos 7 minutos, quando, na sequência de um canto, Pogba quase marcou na própria baliza, valendo-lhe o helvético Johan Djourou estar caído sobre a linha de golo.

Depois, o médio da Juventus virou-se para a baliza certa e concluiu os primeiros 20 minutos com quatro fortes remates. Aos 11 minutos, Pogba teve um remate em arco que Yann Sommer tentou agarrar, mas acabou por deixar a bola ir à trave. Dois minutos depois, Sommer fez mesmo uma grande defesa sustendo um remate quase à queima-roupa.

Aos 16 minutos, no entanto, veio o grande momento do encontro até então, quando Pogba puxou do pé esquerdo para desferir um preciso remate que fez a bola embater com estrondo na trave.

Só então a França abrandou um pouco o ritmo, permitindo à Suíça mostrar um pouco o seu valor no contra-ataque. Admir Mehmedi beneficiou de espaço em zona frontal e rematou em arco, mas um pouco por cima. O intervalo chegou depois de um cabeceamento do central francês Laurent Koscielny que encontrou o homólogo suíço Fabian Schär pelo caminho.

A segunda parte foi menos movimentada que os minutos iniciais do primeiro tempo mas, ainda assim, conheceu momentos bastante interessantes. Gignac teve um bom lance individual concluído com um remate para a defesa segura de Sommer e Griezmann, após tabela com Gignac, também ficou perto do golo.

A meia-hora do fim, Didier Deschamps - que viu o guarda-redes Hugo Lloris igualar o seu recorde de 54 jogos como capitão da selecção francesa – lançou Payet no encontro, visando ganhar vantagem.

Tal não veio a acontecer, apesar de Payet ter ficado mesmo pertíssimo do golo, mas o seu remate sem a bola bater no chão embateu com estrondo na trave, o que impediu o médio do West Ham de festejar um tento como já fizera em cada uma das jornadas anteriores.

Melhor em campo: Yann Sommer (Suíça)

Última actualização: 14-07-16 19.25CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2016/matches/round=2000448/match=2017893/postmatch/report/index.html#nulo+junta+suica+franca+oitavos+final