O "site" oficial do futebol europeu

Alegria para Del Bosque, Terim furioso com a Turquia

Publicado: Sexta-feira, 17 de Junho de 2016, 23.00CET
Vicente del Bosque ficou discretamente aliviado por ver a Espanha redescobrir o faro pelo golo, em contraste com o zangado Fatih Terim, que pediu desculpa por a Turquia ter "desistido".
por Vivien Frappier no Stade de Nice
Alegria para Del Bosque, Terim furioso com a Turquia
Álvaro Morata (Spain) ©AFP/Getty Images
SSI Err
Publicado: Sexta-feira, 17 de Junho de 2016, 23.00CET

Alegria para Del Bosque, Terim furioso com a Turquia

Vicente del Bosque ficou discretamente aliviado por ver a Espanha redescobrir o faro pelo golo, em contraste com o zangado Fatih Terim, que pediu desculpa por a Turquia ter "desistido".

Vicente del Bosque, seleccionador da Espanha
Conseguimos o primeiro objectivo, que era a qualificação para a fase a eliminar. Fizemos uma boa exibição e controlámos o jogo durante 90 minutos. Marcar tem sido difícil para nós nos últimos tempos, mas desta vez fizemos três golos. Agora, vamos pensar no terceiro e último jogo no Grupo D, contra a Croácia.

O ideal em cada jogo é deixar uma marca de início, de preferência com um golo, e os meus jogadores percebem bem isso. Não estávamos preocupados. É difícil comparar esta equipa com as que conquistaram o título em 2008 e 2012. Alguns dos melhores futebolistas de sempre em Espanha retiraram-se desde então, mas cada torneio tem a sua história.

Fatih Terim, seleccionador da Turquia
Hoje vi uma equipa de que não gosto, que desiste e que se limita a aceitar a derrota. Aqueles que conhecem a minha carreira no futebol e como treinador, a minha atitude e personalidade, sabem que não pactuo com quem desiste. Não posso aceitar isso e peço desculpa a toda a gente, em meu nome e da equipa.

A Espanha é uma equipa especial. Estivemos aceitáveis nos primeiros 30 minutos, mas depois não jogámos bem. Sofremos dois golos por erros individuais, um dos quais inacreditável. Depois do terceiro golo, desmoronámo-nos. Não se deve ser pessimista quando se sofre um golo da Espanha, mas o segundo tornou as coisas muito difíceis para nós.

Andrés Iniesta, médio da Espanha e melhor em campo
À medida que a competição decorre, temos de continuar a crescer, a fazer as coisas bem e a minimizar os pontos negativos. Foi o que fizemos hoje. Contra os checos, foi difícil encontrar a intensidade certa no início.

Neste jogo, as coisas acalmaram depois do primeiro golo e conseguimos uma melhor posse de bola. Por isso, nota máxima para os jogadores e também para os adeptos, que nos apoiaram de forma incrível.

Última actualização: 14-07-16 20.00CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2016/matches/round=2000448/match=2017891/postmatch/quotes/index.html#del+bosque+feliz+terim+zangado