O "site" oficial do futebol europeu

Suécia procura acabar com maldição francesa

Publicado: Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2012, 21.45CET
A Suécia procurará terminar com uma série negra frente à França, que remonta a 11 partidas e quase 43 anos, quando as duas equipas se defrontarem, em Kiev, na derradeira jornada do Grupo D.

rate galleryrate photo
1/0
counter
  • loading...
Publicado: Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2012, 21.45CET

Suécia procura acabar com maldição francesa

A Suécia procurará terminar com uma série negra frente à França, que remonta a 11 partidas e quase 43 anos, quando as duas equipas se defrontarem, em Kiev, na derradeira jornada do Grupo D.

A Suécia vai tentar encerrar a sua campanha no UEFA EURO 2012 de forma positiva, tentando melhorar um registo fraco frente à França, que remonta a 11 jogos e quase 43 anos, quando se defrontarem na última jornada do Grupo D do UEFA EURO 2012.

• A França parte para o primeiro jogo oficial entre as duas equipas desde 1993 com quatro pontos e na liderança do grupo, graças a um empate 1-1 com a Inglaterra e uma vitória por 2-0 frente à co-anfitriã Ucrânia, ambos em Donetsk. Entretanto, a Suécia não foi feliz em Kiev, já que derrotas com Ucrânia (1-2) e Inglaterra (2-3) – depois de ter estado em vantagem nos dois jogos – confirmaram a sua eliminação.

• Enquanto a Suécia vai terminar no último lugar do Grupo D, independentemente do resultado que alcançar, a França apura-se com um empate. Se perder, só é eliminada se a Inglaterra perder, mas ao mesmo tempo fica em igualdade pontual no que diz respeito a diferença de golos ou golos marcados.

• O jogo vai ser precedido por um minuto de silêncio em memória do comentador francês de futebol, Thierry Roland, que faleceu no sábado aos 74 anos de idade.

Confrontos directos
• O registo da Suécia em 17 partidas frente à França é de quatro vitórias, cinco empates e oito derrotas. Os suecos não vencem há três partidas do Campeonato da Europa frente aos "bleus", tendo logrado dois empates e uma derrota.

• A Suécia só por uma vez bateu os "bleus" em sete jogos oficiais: por 2-0, num encontro de apuramento para o Mundial de 1970 realizado a 15 de Outubro de 1969, em Estocolmo, mercê de um golo em cada parte de Ove Kindvall (33 penalty, 65). O seu registo global em jogos oficiais frente à França é de um triunfo, três igualdades e outros tantos desaires.

• Esse encontro de 1969 é o mais recente triunfo dos suecos frente à França – oficial ou particular – tendo, posteriormente, os gauleses ganho seis partidas e empatado cinco.

• O primeiro encontro entre as duas selecções realizou-se em Paris, a 10 de Novembro de 1935, no qual a França venceu por 2-0. A Suécia triunfou na segunda partida, também realizada na capital francesa, por 1-0, a 26 de Março de 1952.

• A França ganhou o embate mais recente, realizado a  20 de Agosto de 2008, em Gotemburgo, por 3-2.

• As duas selecções defrontaram-se somente uma vez numa fase final, tendo empatado 1-1 em Estocolmo, durante o EURO '92. O actual seleccionador dos franceses, Laurent Blanc, jogou pelos gauleses, naquela que foi uma das suas seis partidas frente à Suécia, que lhe proporcionaram dois triunfos e quatro empates.

Jogos anteriores importantes
20 Agosto 2008: Suécia 2-3 França (Henrik Larsson 5, Källström 85pen; Benzema 19, Govou 61 77) – Ullevi Stadium, Gotemburgo, particular
Suécia:
Isaksson, Mellberg (Von Schlebrugge 69), Majstorovic, Peter Hansson, Mikael Nilsson (Stoor 62), Daniel Andersson (Holmen 83), Källström, Anders Svensson, Wilhelmsson (Wendt 46), Henrik Larsson (Berg 62), Rosenberg.
França: Mandanda, Sagna, Gallas, Mexès, Evra, Govou, Toulalan (Gourcuff 90), Lassana Diarra, Malouda (Alou Diarra 70), Benzema, Henry.

• O 37º e derradeiro tento de Henrik Larsson pela Suécia adiantou os comandados de Lars Lagerbäck à frente do marcador, mas Karim Benzema não tardou a empatar, sendo que o bis de Sidney Govou valeu o triunfo aos pupilos de Raymond Domenech, apesar de um penalty tardio convertido por Kim Källström.

10 Junho 1992: Suécia 1-1 França (J Eriksson 24; Papin 58) – Råsunda Stadium, Solna, fase de grupos EURO '92
Suécia:
Ravelli, Roland Nilsson, Patrik Andersson, Björklund, Jan Eriksson, Ingesson, Schwarz, Thern, Limpar, Brolin, Kennet Andersson (Dahlin 74).
França: Martini, Angloma (Fernandez 66), Boli, Blanc, Casoni, Amoros, Sauzée, Deschamps, Cantona, Papin, Vahirua (Perez 46).

• A Suécia dirigida por Tommy Svensson foi travada pela França orientada por Michel Platini no jogo de abertura do EURO '92. Os "bleus" não passariam da fase de grupos, enquanto a Suécia, vencedora do grupo, perderia com a Alemanha nas meias-finais.

Guia de forma
• A França conseguiu dois empates na fase de apuramento do Campeonato da Europa frente à Ucrânia, em Kiev – 0-0, a 4 de Setembro de 1999, numa partida na qual Blanc jogou, e 2-2, a 21 de Novembro de 2007, no 700º desafio internacional dos franceses.

• A França ficaria pela fase de grupos do Mundial de 2010 e UEFA EURO 2008, não tendo ganho qualquer encontro em ambas as fases finais.

• A derradeira presença da Suécia numa fase final de uma grande prova foi o UEFA EURO 2008, no qual ficou pela fase de grupos, onde alcançou uma vitória e duas derrotas.

Ligações entre as equipas
• Vários jogadores suecos já militaram em equipas gaulesas:

Johan Elmander (Toulouse FC 2006-08)
Andreas Isaksson (Stade Rennais FC 2004-06)
Kim Källström (Stade Rennais FC 2003-06, Olympique Lyonnais 2006-)
Christian Wilhelmsson (FC Nantes 2006)

• Entre os actuais companheiros de Källström no Lyon incluem-se Hugo Lloris e Anthony Réveillère. No início da sua carreira no Lyon, jogou com Karim Benzema, Hatem Ben Arfa, Alou Diarra e Florent Malouda.

• Gunnar Andersson continua a ser o jogador sueco que mais sucesso teve no campeonato francês, tendo marcado 169 golos na Ligue 1 pelo Olympique de Marseille entre 1950 e 1958. Faleceria num acidente de viação em 1969.

• Os únicos encontros anteriores do seleccionador da Suécia, Erik Hamrén, com adversários franceses aconteceram na Taça UEFA de 2004/05, quando o seu Aalborg BK empatou 1-1 na recepção ao AJ Auxerre e perdeu por 2-0 em França.

Formato da competição
• Se duas ou mais equipas tiverem os mesmos pontos no final dos jogos do grupo, são aplicados os seguintes critérios para determinar a classificação:
a) número mais alto de pontos conseguido nos jogos disputados entre as equipas em questão;
b) maior diferença de golos verificada nos jogos disputados entre as equipas em questão;
c) maior número de golos marcados nos jogos disputados entre as equipas em questão;
d) Se, após a aplicação dos critérios a) a c), houver duas equipas ainda empatadas, os critérios a) a c) são reaplicados exclusivamente aos jogos disputados entre as duas equipas em questão, para determinar a classificação final das duas. Se este procedimento não conduzir a uma decisão, são aplicados os critérios e) a i) na ordem dada:
e) maior diferença de golos em todos os jogos do grupo;
f) maior número de golos marcados em todos os jogos do grupo;
g) posição no sistema de "ranking" do quociente de selecções da UEFA (ver anexo I, parágrafo 1.2.2);
h) conduta das equipas no que toca ao "fair play" (por referência ao final da competição);
i) sorteio.

• Os quocientes do Grupo D são os seguintes:
Inglaterra 33.563
Suécia 31,675
França 30,508
Ucrânia 28,029

• Se duas equipas empatadas no número de pontos e no número de golos marcados e sofridos se defrontarem no último jogo da fase de grupos e, mesmo assim, continuarem empatadas no final do jogo, o "ranking" entre elas é determinado por pontapés da marca da grande penalidade, desde que mais nenhuma equipa do mesmo grupo tenha o mesmo número de pontos quando estiverem concluídos todos os jogos do agrupamento. Se houver mais de duas equipas com o mesmo número de pontos, são aplicados os critérios listados no parágrafo 8.07.

Última actualização: 05-12-13 19.13CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2012/matches/round=15172/match=2003341/prematch/background/index.html#historia+favorece+franca