Fase final - Fase de grupos (Grupo A) - 12-06-2012 - 18:00CET (18:00 Hora local) - Municipal Stadium Wroclaw - Wroclaw
1-2
 

Grécia - República Checa 1-2 - 12-06-2012 - Página do jogo - UEFA EURO 2012

 
O "site" oficial do futebol europeu

Bílek pede menos erros aos checos

Publicado: Segunda-feira, 11 de Junho de 2012, 21.00CET
Michal Bílek disse ao UEFA.com que a República Checa precisa de superar a pesada derrota contra a Rússia dianta da Grécia, enquanto Fernando Santos quer repetir a segunda parte conseguida ante a Polónia.
por Ian Holyman
de Estádio Municipal de Wroclaw
Bílek pede menos erros aos checos
Michal Bílek diz que os checos aprenderam com os erros ©Sportsfile

Estatísticas da prova

GréciaRepública Checa

Golos marcados5
 
4
Total de tentativas28
 
37
Remates à baliza14
 
20
Remates para fora14
 
17
Remates interceptados5
 
7
Remates nos postes1
 
0
Cantos10
 
21
Foras-de-jogo12
 
8
Cartões amarelos11
 
7
Cartões Vermelhos1
 
0
Faltas cometidas48
 
74
Faltas sofridas64
 
54
Publicado: Segunda-feira, 11 de Junho de 2012, 21.00CET

Bílek pede menos erros aos checos

Michal Bílek disse ao UEFA.com que a República Checa precisa de superar a pesada derrota contra a Rússia dianta da Grécia, enquanto Fernando Santos quer repetir a segunda parte conseguida ante a Polónia.

A expectativa para o primeiro jogo como treinador numa grande competição era elevada, mas, quando soou o apito final, a desilusão era ainda maior. A estreia de Michal Bílek no banco checo terminou com uma derrota, por 4-1, frente à Rússia, a pior estreia de sempre da República Checa numa grande competição. Esta terça-feira, regressa ao Estádio Municipal de Wroclaw mas espera um desfecho totalmente diferente.

"Vamos tentar evitar os erros que cometemos no primeiro jogo, porque se não o fizermos não vamos ganhar", disse Bílek, cuja selecção se desfez perante o inteligente futebol russo, sofrendo dois golos em cada uma das partes. "Ainda nem sequer decidi se vou fazer alterações, porque ainda acredito que temos tempo para construir uma equipa vencedora. Estamos sob pressão, mas isso também aconteceu na fase de qualificação. Nessa altura conseguimos melhorar e julgo que agora vai acontecer o mesmo: vamos lidar bem com os dois jogos que faltam e conseguir o apuramento para os quartos-de-final".

Uma eventual derrota frente à Grécia acabaria com o sonho do apuramento no Grupo A, mas os checos estarão, muito provavelmente, em maioria nas bancadas do estádio. E além dos adeptos que atravessaram a fronteira para ver o UEFA EURO 2012, é bem provável que os polacos também apoiem a equipa de Bílek.

"Os adeptos polacos são fantásticos e têm-nos feito sentir em casa aqui", realçou o seleccionador, cuja equipa sentiu dificuldades para se apurar, carimbando o passaporte para a fase final ao eliminar Montenegro no "play-off". "Demorou dois anos a montar esta equipa, mas temos jogadores muito experientes".

"Rosický, Čech, Plašil, Sivok e Hübschman são jogadores que já passaram por muitos altos e baixos. Acredito que vão levantar a cabeça e manter um bom espírito no balneário. Não há qualquer razão para desmoralizarmos e entrarmos em pânico. Não estivemos bem no primeiro jogo e não é fácil lidar com isso, mas temos de dar a volta por cima nas duas partidas que faltam. E somos fortes que chegue para isso", garantiu o treinador.

E enquanto Bílek pondera uma eventual mexida na defesa, que pode ter Michal Kadlec de volta à zona central em detrimento de Roman Hubník, já o seleccionador grego, Fernando Santos, tem ainda mais preocupações para essa zona do terreno. Avraam Papadopoulos já regressou a casa depois de romper o ligamento do joelho no empate (1-1) com a Polónia, enquanto o outro central, Sokratis Papastathopoulos, vai cumprir castigo depois de ter sido expulso contra os polacos.

"Fiquei mais impressionado com a exibição na segunda parte porque tínhamos menos um jogador em campo. Se tivéssemos 11 até ao final, julgo que conseguiríamos a vitória", afirmou o treinador português, que deve manter Kostas Katsouranis como central, posição em que o antigo jogador do Benfica terminou o jogo com a Polónia.

"Devemos concentrar-nos na nossa qualidade atacante. Defendemos muito bem no primeiro jogo e conseguimos bons lances de ataque. O futebol moderno é isto e foi o que não conseguimos na primeira parte contra a Polónia. Quando os jogadores perceberam que podiam fazer bem as duas acções, a nossa confiança aumentou e julgo que vamos voltar a provar isso no jogo de amanhã", finalizou Fernando Santos.

Última actualização: 12-06-12 11.14CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2012/matches/round=15172/match=2003328/prematch/preview/index.html#bilek+pede+menos+erros