O "site" oficial do futebol europeu

Itália trava campeã Espanha

Publicado: Domingo, 10 de Junho de 2012, 20.45CET
Espanha 1-1 Itália
Cesc Fàbregas valeu à campeã um ponto em Gdansk, ao anular o golo inaugural do suplente Antonio Di Natale para a Itália.
por Paul Bryan
de Arena Gdansk
Itália trava campeã Espanha
Cesc Fàbregas festeja depois de empatar para a Espanha em Gdansk ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

EspanhaItália

Golos marcados1
 
1
Posse de bola(%)60
 
40
Total de tentativas18
 
10
Remates à baliza9
 
6
Remates para fora9
 
4
Remates interceptados4
 
0
Remates nos postes0
 
0
Cantos7
 
2
Foras-de-jogo2
 
3
Cartões amarelos3
 
4
Cartões Vermelhos0
 
0
Faltas cometidas12
 
19
Faltas sofridas19
 
12

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Última actualização: 21/11/2017 14:47 CET
Publicado: Domingo, 10 de Junho de 2012, 20.45CET

Itália trava campeã Espanha

Espanha 1-1 Itália
Cesc Fàbregas valeu à campeã um ponto em Gdansk, ao anular o golo inaugural do suplente Antonio Di Natale para a Itália.

Espanha e Itália dividiram os pontos depois de um jogo inaugural do Grupo C renhido, na Arena Gdansk, que terminou empatado a um golo.

Este era um dos jogos mais aguardados da fase de grupos do UEFA EURO 2012 e não defraudou as expectativas, com o suplente Antonio Di Natale a colocar a equipa de Cesare Prandelli em vantagem, aos 61 minutos, antes de Cesc Fàbregas empatar, pouco tempo depois.

Fàbregas marcou o penalty vitorioso da Espanha frente à Itália, no desempate por penalties nos quartos-de-final do UEFA EURO 2008, e o médio do FC Barcelona voltou a estar no centro das atenções, ao alinhar como avançado, um lugar que se esperava reservado para Álvaro Negredo ou Fernando Torres.

Sem mostrar sinais da lesão na coxa que tinha limitado a sua preparação para este torneio, Fàbregas combinou bem com Andrés Iniesta e David Silva nos momentos iniciais, quando o jogador do Manchester City FC não conseguiu acertar no alvo em dois remates de longe.

Apesar de ter sofrido três derrotas em jogos amigáveis na preparação para o torneio, Prandelli tinha evidenciado calma na conferência de imprensa pré-jogo, e a sua equipa personificou serenidade, à medida que tentava bater uma selecção espanhola invicta nos 14 jogos oficiais anteriores. A participar no seu 84º jogo pelos "azzurri", Andrea Pirlo quase inaugurou o marcador com um livre rasteiro, que ultrapassou a barreira mas foi de encontro às mãos do guarda-redes Iker Casillas, que se estirou no relvado.

Foi o início de uma primeira parte atarefada para o capitão da Espanha, que depois foi chamado a intervir para deter o remate rasteiro de Antonio Cassano, a partir do lado esquerdo. Apesar de Iniesta ter respondido com um remate por cima da barra, Casillas voltou a entrar em acção, desta feita negando o golo ao cabeceamento de Thiago Motta, que apareceu desmarcado na área.

Antes do 30º jogo entre as duas equipas, o treinador da Espanha, Vicente del Bosque, avisou os seus jogadores sobre os perigos inerentes a uma derrota no seu primeiro jogo na Polónia, e a campeã mundial respondeu a essa ameaça com o aumentar de ritmo após o intervalo, e testou Buffon através de remate de Fàbregas e Iniesta.

Mario Balotelli não conseguiu aproveitar um erro de Sergio Ramos e rapidamente foi substituído por Di Natale, que imediatamente respondeu à confiança depositada em si pelo treinador, isolando-se a passe de Pirlo e batendo Casillas com classe. No entanto, duraram pouco os festejos da campeã mundial de 2006, já que Fàbregas irrompeu pela área e finalizou de primeira um passe magistral de Silva, depois de este ter combinado bem com Iniesta.

Com o jogo a decorrer a um ritmo enérgico, a substituição de Silva por Torres parecia destinada a dar a vitória à formação espanhola, com o avançado a rumar à área, mas Buffon saiu da baliza e roubou a bola ao recente vencedor da UEFA Champions League. Uma combinação com Xavi Hernández voltou a deixar Torres com espaço, mas o chapéu do avançado terminou na malha superior da baliza. Não era a tarde de Torres, mas nenhuma das equipas deve ter ficado insatisfeita com a conquista de um ponto.

Última actualização: 12-06-12 0.03CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2012/matches/round=15172/match=2003323/postmatch/report/index.html#fabregas+resgata+ponto+para+espanha