O "site" oficial do futebol europeu

Suplente Llorente decide na Escócia

Publicado: Terça-feira, 12 de Outubro de 2010, 23.53CET
Escócia 2-3 Espanha
Fernando Llorente saltou do banco para marcar o golo da vitória espanhola frente a uma Escócia que, já na segunda parte, anulara uma desvantagem de dois golos.
por Alex O'Henley
de Hampden Park
Suplente Llorente decide na Escócia
Fernando Llorente festeja o seu golo em Glasgow, que valeu três pontos à Espanha ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

EscóciaEspanha

Golos marcados2
 
3
Posse de bola(%)0
100
Total de tentativas4
 
16
Remates à baliza2
 
10
Remates para fora2
 
6
Remates interceptados0
 
0
Remates nos postes0
 
0
Cantos2
 
8
Foras-de-jogo5
 
2
Cartões amarelos3
 
0
Cartões Vermelhos1
 
0
Faltas cometidas6
 
12
Faltas sofridas11
 
6

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Última actualização: 21/11/2017 14:46 CET
Publicado: Terça-feira, 12 de Outubro de 2010, 23.53CET

Suplente Llorente decide na Escócia

Escócia 2-3 Espanha
Fernando Llorente saltou do banco para marcar o golo da vitória espanhola frente a uma Escócia que, já na segunda parte, anulara uma desvantagem de dois golos.

O substituto Fernando Llorente marcou, a 11 minutos do final, o golo que permitiu à Espanha manter um arranque 100 por cento vitorioso no Grupo I do UEFA EURO 2012, após a Escócia ter recuperado de uma desvantagem de dois golos.

David Villa igualou o recorde de golos de Raúl González pela selecção espanhola (44 tentos) na conversão de uma grande penalidade instantes antes do intervalo e Andrés Iniesta parecia ter sentenciado o encontro pouco depois do reatamento. Contudo, Steven Naismith estreou-se a marcar pela Escócia e um autogolo de Gerard Piqué quase valeram a obtenção de um ponto à equipa da casa, até que Llorente, que, apesar de ter bisado no triunfo de sexta-feira, por 3-1, sobre a Lituânia, marcou o tento da vitória, somente três minutos depois de ter entrado em campo.

Depois de, na sexta-feira, ter tido uma abordagem cautelosa na derrota, por 1-0, na República Checa, o seleccionador da Escócia, Craig Levein, promoveu o regresso à titularidade do ponta-de-lança Kenny Miller e possibilitou a estreia do defesa Phil Bardsley, dada a lesão de Alan Hutton. Perante uma lotação esgotada, a Escócia exerceu pressão logo desde os minutos iniciais, mas os primeiros a atacarem com perigo foram os visitantes, através de Villa, que rematou por cima da trave, após excelente passe de Iniesta.

No período de dois minutos, Villa testou a atenção de Allan McGregor através de um golpe de cabeça após cruzamento de Sergio Ramos e, em seguida, o guarda-redes saiu dos postes para deter um disparo de David Silva. A Escócia respondeu e foram necessários os esforços conjuntos de Carles Puyol e Piqué para evitarem sobre a linha de golo que James Morrison marcasse, a cruzamento de Darren Fletcher. Contudo, essa reacção dos escoceses foi efémera e, à meia-hora, McGregor voltou a negar o golo a Villa com uma defesa à queima-roupa.

O golo inaugural parecia inevitável e, um minuto antes do intervalo, a Espanha beneficiou de uma grande penalidade punir mão de Whittaker a um remate de Sergio Ramos. Chamado à conversão, Villa não perdoou, mesmo tendo McGregor tocado na bola com a ponta dos dedos.

Dez minutos após o reatamento, a Espanha duplicou a vantagem, quando Iniesta marcou à boca da baliza, após um remate de Santi Cazorla ter tabelado em McManus. A Escócia, contudo, ganhou alguma esperança três minutos depois, com Naismith a emendar um cruzamento de Miller. Hampden entrou, depois, em delírio quando Piqué desviou um cruzamento de Morrison para a própria baliza, iludindo Iker Casillas.

Contudo, Llorente, que havia perdido a titularidade para Xabi Alonso, foi lançado no jogo e rapidamente desviou um cruzamento de Joan Capdevilla do lado esquerdo para o fundo das redes. A Escócia viria a terminar o encontro com dez elementos, por expulsão de Whittaker após ter visto o segundo cartão amarelo por uma entrada sobre Sergio Ramos e está de regresso ao terceiro lugar, dois pontos atrás da República Checa e a cinco da Espanha, com mais um jogo realizado que checos e espanhóis.

Última actualização: 17-11-10 12.47CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2012/matches/round=15171/match=2002204/postmatch/report/index.html#suplente+llorente+decide+escocia

Equipas

Escócia

Escócia

Espanha

Espanha

1
A. McGregorAllan McGregor (GR)
1
CasillasIker Casillas (GR) (C)
2
BardsleyPhil Bardsley
3
PiquéGerard Piqué
Goal66
3
WhittakerSteven Whittaker
Yellow Card44
Red Card89
5
PuyolCarles Puyol
4
McManusStephen McManus
6
IniestaAndrés Iniesta
Goal55
5
WeirDavid Weir
7
VillaDavid Villa
Goal44
6
McCullochLee McCulloch
Substitution46
11
CapdevilaJoan Capdevila
7
D. FletcherDarren Fletcher (C)
14
Xabi AlonsoXabi Alonso
8
MorrisonJames Morrison
Substitution88
15
RamosSergio Ramos
9
MillerKenny Miller
Yellow Card73
16
Sergio BusquetsSergio Busquets
Substitution90
10
NaismithSteven Naismith
Goal58
20
Santi CazorlaSanti Cazorla
Substitution70
11
DorransGraham Dorrans
Substitution80
21
David SilvaDavid Silva
Substitution76

suplentes

12
GordonCraig Gordon (GR)
12
Víctor ValdésVíctor Valdés (GR)
14
BerraChristophe Berra
2
MonrealNacho Monreal
15
AdamCharlie Adam
Substitution46
4
MarchenaCarlos Marchena
Substitution90
16
G. CaldwellGary Caldwell
17
ArbeloaÁlvaro Arbeloa
17
MaloneyShaun Maloney
Substitution88
18
Pablo HernándezPablo Hernández
Substitution70
18
S. FletcherSteven Fletcher
19
LlorenteFernando Llorente
Substitution76
Goal79
20
MackieJamie Mackie
Substitution80
22
Bruno SorianoBruno Soriano

Treinador

Craig Levein (SCO) Vicente del Bosque (ESP)

Legenda:

  • GolosGolos
  • Auto-goloAuto-golo
  • Grandes penalidadesGrandes penalidades
  • Penalties falhadosPenalties falhados
  • reds_cardCartões Vermelhos
  • yellow_cardsCartões amarelos
  • yellow_red_cardsDuplo amarelo
  • SubstituiçãoSubstituição