O "site" oficial do futebol europeu

Ilhas Faroé surpreendem Estónia

Publicado: Terça-feira, 7 de Junho de 2011, 22.30CET
Ilhas Faroé 2-0 Estónia
Fródi Benjaminsen e Arnbjørn Hansen marcaram os golos que deram aos anfitriões a primeira vitória num jogo de apuramento para o EURO desde 1995.
por Milan Cimburovic
de Estádio Svangaskard
Ilhas Faroé surpreendem Estónia
Fródi Benjaminsen abriu o activo de grande penalidade ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

Ilhas FaroéEstónia

Golos marcados2
 
0
Posse de bola(%)0
100
Total de tentativas10
 
20
Remates à baliza6
 
7
Remates para fora2
 
9
Remates interceptados0
 
0
Remates nos postes0
 
0
Cantos6
 
6
Foras-de-jogo0
1
Cartões amarelos2
 
4
Cartões Vermelhos1
 
1
Faltas cometidas12
 
14
Faltas sofridas13
 
11

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Última actualização: 21/11/2017 14:47 CET
Publicado: Terça-feira, 7 de Junho de 2011, 22.30CET

Ilhas Faroé surpreendem Estónia

Ilhas Faroé 2-0 Estónia
Fródi Benjaminsen e Arnbjørn Hansen marcaram os golos que deram aos anfitriões a primeira vitória num jogo de apuramento para o EURO desde 1995.

As Ilhas Faroé conseguiram o primeiro triunfo no Campeonato da Europa em 16 anos, com golos de Fródi Benjaminsen e Arnbjørn Hansen em cada uma das partes a derrotarem a Estónia em jogo do Grupo C de apuramento, garantindo assim uma noite inesquecível para os locais, em Toftir.

A equipa das Ilhas Faroé não vencia um jogo de apuramento para o EURO desde que, em Outubro de 1995, derrotou San Marino, mas formação dirigida por Brian Kerr conseguiu finalmente algo para festejar ao chegar aos quatro pontos no seu grupo, a apenas dois da Irlanda do Norte. Esta foi somente a quarta vitória da equipa da casa em 55 jogos para a competição desde 1990 e aumentou a frustração de uma Estónia que teria ficado a um ponto da segunda classificada Eslovénia em caso de vitória.

Os visitantes actuaram a última meia-hora com menos um jogador, após a expulsão de Sander Puri aos 57 minutos, mas, nessa altura, já lamentavam as ocasiões de golo entretanto perdidas, nomeadamente as desperdiçadas nos momentos iniciais, quando os estónios podiam ter chegado à vantagem. Kaimar Saag desmarcou-se logo aos dois minutos, mas rematou ao lado e, aos 19, foi Einar Hansen a salvar sobre a linha de golo o remate de outro dianteiro estónio, Jarmo Ahjupera.

Este jogo aberto começou a mudar a favor da equipa da casa apenas dois minutos antes do intervalo, quando Puri foi penalizado por agarrar Atli Danielsen na área da Estónia e o capitão das Ilhas Faroé, Benjaminsen, fez o 1-0. A equipa de Brian Kerr podia ter chegado ao segundo golo ainda antes do intervalo, mas Christian Lamhauge Holst falhou quando estava em boa posição.

O seleccionador da Estónia, Tarmo Rüütli, terá exigido uma reacção durante o intervalo, mas, dois minutos após o reatamento, o panorama ficou ainda pior. O árbitro finlandês Antti Munukka voltou a apontar para a marca de grande penalidade após um derrube de Dmitri Kruglov a Arnbjørn Hansen e apesar de, desta vez, Pareiko ter defendido o remate de Benjaminsen, Arnbjørn Hansen converteu na recarga.

As esperanças de recuperação dos visitantes tornaram-se ainda mais reduzidas com o segundo cartão amarelo mostrado a Puri. Em Agosto, quando as duas equipas se haviam encontrado pela última vez, a Estónia marcara dois golos nos descontos, mas, desta vez, não houve nenhum acto mágico, pese embora os insulares tivessem visto Pol Johannes Justinusen expulso no último minuto.

Última actualização: 08-06-11 20.10CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2012/matches/round=15171/match=2002195/postmatch/report/index.html#ilhas+faroe+terminam+jejum