Fase de qualificação (Grupo ) - 28-03-2007 - 20:30CET (20:30 Hora local) - Stadion FK Crvena zvezda - Belgrado
1-1
 

Sérvia - Portugal 1-1 - 28-03-2007 - Página do jogo - UEFA EURO 2008

O "site" oficial do futebol europeu

Portugal empata em Belgrado

Publicado: Quinta-feira, 29 de Março de 2007, 0.59CET
Sérvia 1-1 Portugal
A formação portuguesa marcou cedo por Tiago, mas acabou por permitir o golo sérvio ainda antes do intervalo.
Portugal empata em Belgrado
Cristiano Ronaldo não conseguiu fazer a diferença em Belgrado ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

SérviaPortugal

Golos marcados1
 
1
Remates à baliza4
 
4
Remates para fora3
 
7
Cantos6
 
9
Faltas cometidas23
 
16
Cartões amarelos4
 
3
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Última actualização: 11/01/2016 14:28 CET
Publicado: Quinta-feira, 29 de Março de 2007, 0.59CET

Portugal empata em Belgrado

Sérvia 1-1 Portugal
A formação portuguesa marcou cedo por Tiago, mas acabou por permitir o golo sérvio ainda antes do intervalo.

Portugal foi à Sérvia arrancar um empate a uma bola, em jogo do Grupo A de qualificação para o UEFA EURO 2008™. A formação portuguesa colocou-se cedo na frente, por Tiago, dispôs de inúmeros lances de perigo, mas acabou por consentir o empate ainda antes do intervalo. Portugal segurou, assim, o segundo lugar, com 11 pontos em seis partidas, menos cinco que a líder Polónia, que soma mais um jogo.

Conteúdos relacionados

Grande ambiente
Num ambiente de grande festa em Belgrado, os homens comandados por Javier Clemente mostraram cedo que queriam mandar na partida e ganhar, mas tiveram de lidar com um golo madrugador de Portugal, que a partir daí explanou com confiança o seu temível contra-ataque. Os sérvios reagiram bem e empataram perto do intervalo, mas foram os homens de Luiz Felipe Scolari quem desfrutaram das melhores ocasiões para marcar.

Golo madrugador
Os objectivos sérvios sofreram um duro golpe logo aos quatro minutos, quando Portugal se adiantou no marcador com um golo de belo efeito de Tiago. Simão conduziu pela esquerda, deixou para Nuno Gomes que serviu o médio do Olympique Lyonnais. Este, de fora da área, rematou, com a bola a passar por cima do guardião da Sérvia, Vladimir Stojkovic. Um tento que baralhou momentaneamente os da casa, mas a Sérvia acabaria por se recompor e dominar o meio-campo a partir daqui, com boas movimentações dos seus jogadores a empurrarem Portugal para a sua grande área.

Perigo pelo ar
Este foi, aliás, o grande pecado da turma das "quinas", que permitiu a aproximação contrária à baliza de Ricardo, com perigo especial a advir das bolas paradas e dos lances pelo ar. Do outro lado, porém, os portugueses continuavam a criar perigo e o 2-0 esteve perto aos 27 minutos. Uma bola de canto sobrou para a entrada da área onde surgiu Petit, a obrigar Stojkovic a uma enorme defesa. Na resposta, Nemanja Vidic acorreu a um livre da direita e cabeceou com muito perigo, até que aos 37 surgiu o empate. Bosko Jankovic foi o autor do tento, a facturar através de um forte cabeceamento dentro da área, na sequência de um canto da direita.

Moutinho perto do golo
Portugal respondeu e João Moutinho poderia ter feito o 2-1, após grande jogada de Petit e Miguel. Este entrou na área pelo lado direito e fez a assistência para o médio do Sporting, mas a bola saiu pouco ao lado. O intervalo chegou sem mais golos e com expectativa de um bom espectáculo na etapa complementar.

Portugal melhor
A segunda parte começou com Portugal à procura do triunfo, com vários ataques de perigo, e podia mesmo ter marcado logo aos 51 minutos. Nuno Gomes centrou para Tiago e este, à entrada da grande área, rematou para grande defesa de Stojkovic. O mesmo que, aos 64 minutos, voltou a voar para nova intervenção de vulto, mais uma vez após remate em jeito do médio lusitano. Isto numa altura em que se começou a jogar no banco, com Scolari a trocar Miguel por Marco Caneira, para segurar o flanco, a fazer sair João Moutinho um pouco mais tarde, para a entrada de Raúl Meireles, e finalmente, tirando Nuno Gomes para apostar na velocidade de Ricardo Quaresma.

Substituições tiram ritmo
Opções que serviram mais para adormecer o jogo, tirar ritmo à Sérvia e passar a controlar melhor as operações, na esperança de aproveitar um contra-ataque e fazer golo. O encontro arrastou-se um pouco devido às substituições, pelo que, até final, não seria marcado mais nenhum golo. Portugal conseguiu somar um ponto num terreno difícil, tendo, contudo, falhado o assalto à liderança do grupo.

Última actualização: 28-03-07 23.29CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2008/matches/round=2241/match=83773/postmatch/report/index.html#portugal+empata+belgrado