O "site" oficial do futebol europeu

Talento russo à solta em Innsbruck

Publicado: Quinta-feira, 19 de Junho de 2008, 0.59CET
Rússia 2-0 Suécia
Pavlyuchenko e Arshavin materializaram a superioridade dos russos, que chegaram a brilhar.
Talento russo à solta em Innsbruck
Andrei Arshavin festeja o seu golo com Roman Pavlyuchenko, Konstantin Zyrianov e Igor Semshov ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

RússiaSuécia

Golos marcados2
 
0
Remates à baliza9
 
7
Remates para fora11
 
6
Cantos12
 
4
Faltas cometidas14
 
15
Cartões amarelos3
 
2
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 27/06/2012 14:12 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Publicado: Quinta-feira, 19 de Junho de 2008, 0.59CET

Talento russo à solta em Innsbruck

Rússia 2-0 Suécia
Pavlyuchenko e Arshavin materializaram a superioridade dos russos, que chegaram a brilhar.

A Rússia apurou-se para os quartos-de-final do UEFA EURO 2008, onde vai medir forças com a Holanda, isto após ter batido a Suécia, por 2-0, na última jornada do Grupo D, garantindo dessa forma o segundo posto, atrás da Espanha. Roman Pavlyuchenko e Andrei Arshavin marcaram os tentos da partida disputada no Tivoli Neu Stadion, em Innsbruck.

De volta à selecção russa após cumprir uma suspensão de dois jogos, Arshavin foi o grande dinamizador do ataque da sua equipa logo desde o apito inicial, tendo mesmo protagonizado o primeiro remate com algum perigo aos 13 minutos. O avançado do FC Zenit St. Petersburg demorou mais oito minutos a obrigar o guarda-redes sueco Andreas Isaksson a uma atenta defesa para canto, sendo que na marcação do mesmo a bola foi cruzada na perfeição para Yuri Zhirkov, que encheu o pé esquerdo, acabando a bola por sair a rasar o poste. O vendaval ofensivo da Rússia não deixava a Suécia respirar, pelo que foi com naturalidade que surgiu o 1-0 para a formação de Guus Hiddink.

Estavam decorridos 24 minutos quando Aleksandr Anyukov encetou mais uma das suas letais incursões pelo flanco direito, antes de combinar com um colega e entregar a bola no meio a Pavlyuchenko, que não se fez rogado e atirou a contar. Até aí perfeitamente inócua em termos atacantes e ciente que uma derrota seria sinónimo do adeus à prova, a equipa sueca dispôs da sua primeira grande ocasião de golo aos 32 minutos. De costas para a baliza russa, Henrik Larsson efectuou um excelente desvio de cabeça, valendo ao guarda-redes Igor Akinfeev o facto de o esférico ter embatido na barra. A resposta russa, aos 36 minutos, foi tirada a papel químico, com Pavlyuchenko a rematar com estrondo à trave, mas foi a Suécia quem terminou melhor a primeira parte, tendo Fredrik Ljungberg visto Aakenfeev negar-lhe o 1-1 a dois minutos do intervalo.

A Suécia pareceu regressar dos balneários com ganas de chegar rapidamente ao empate, mas os escandinavos sofreram um rude golpe cinco minutos após o reatamento. Um rápido contra-ataque deixou a nu todo o talento da formação russa, com Zhirkov a conduzir a bola com mestria, antes de a endossar ao embalado Arshavin, que colocou a bola fora do alcance de Andreas Isaksson. O 2-0 abrandou o ritmo de jogo, com a Suécia a acusar muito o toque e a Rússia a passar a gerir com inteligência a vantagem no marcador, o que acabou por ter resultados negativos na qualidade do futebol praticado. Apesar de ter sempre dois ou três adversários a marcá-lo, Zlatan Ibrahimović revelou-se sempre o único jogador sueco capaz de importunar o sector mais recuado da Rússia, mas o avançado do FC Internazionale Milano não chegava para todas as encomendas.

A avançar do cronómetro foi abrindo cada vez mais espaços na defesa sueca, sendo que apenas a falta de pontaria e alguma infelicidade na hora da finalização impediram o avolumar da vantagem russa. O mais gritante desses lances aconteceu aos 80 minutos, quando Konstantin Zyryanov enviou a bola ao poste. No entanto, a festa da Rússia já estava mais que garantida.

Última actualização: 06-10-14 12.40CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2008/matches/round=15093/match=300705/postmatch/report/index.html#arshavin+apura+russia

Equipas

Rússia

Rússia

Suécia

Suécia

1
AkinfeevIgor Akinfeev (GR)
1
IsakssonAndreas Isaksson (GR)
Yellow Card10
4
IgnashevichSergei Ignashevich
2
NilssonMikael Nilsson
Substitution79
8
KolodinDenis Kolodin
Yellow Card76
3
MellbergOlof Mellberg
10
ArshavinAndrey Arshavin
Goal50
Yellow Card65
4
Pe. HanssonPetter Hansson
11
SemakSergei Semak (C)
Yellow Card57
5
StoorFredrik Stoor
15
BilyaletdinovDiniyar Bilyaletdinov
Substitution66
8
SvenssonAnders Svensson
17
ZyryanovKonstantin Zyryanov
9
LjungbergFredrik Ljungberg (C)
18
ZhirkovYuri Zhirkov
10
IbrahimovićZlatan Ibrahimović
19
PavlyuchenkoRoman Pavlyuchenko
Goal24
Substitution90
11
ElmanderJohan Elmander
Yellow Card49
20
SemshovIgor Semshov
17
LarssonHenrik Larsson
22
AnyukovAleksandr Anyukov
19
AnderssonDaniel Andersson
Substitution56

suplentes

12
GabulovVladimir Gabulov (GR)
12
ShaabanRami Shaaban (GR)
16
MalafeevVyacheslav Malafeev (GR)
13
WilandJohan Wiland (GR)
2
V. BerezutskiVasili Berezutski
6
LinderothTobias Linderoth
3
YanbaevRenat Yanbaev
7
AlexanderssonNiclas Alexandersson
5
A. BerezutskiAleksei Berezutski
14
MajstorovicDaniel Majstorovic
6
AdamovRoman Adamov
15
GranqvistAndreas Granqvist
7
TorbinskiDmitri Torbinski
16
KällströmKim Källström
Substitution56
9
SaenkoIvan Saenko
Substitution66
18
S. LarssonSebastian Larsson
13
IvanovOleg Ivanov
20
AllbäckMarcus Allbäck
Substitution79
14
ShirokovRoman Shirokov
21
WilhelmssonChristian Wilhelmsson
21
SychevDmitri Sychev
22
RosenbergMarkus Rosenberg
23
BystrovVladimir Bystrov
Substitution90
23
DorsinMikael Dorsin

Treinador

Guus Hiddink (NED) Lars Lagerbäck (SWE)

Árbitro

Frank De Bleeckere (BEL)

Árbitros assistentes

Peter Hermans (BEL), Alex Verstraeten (BEL)

Quarto árbitro

Kristinn Jakobsson (ISL)

Legenda:

  • GolosGolos
  • Auto-goloAuto-golo
  • Grandes penalidadesGrandes penalidades
  • Penalties falhadosPenalties falhados
  • reds_cardCartões Vermelhos
  • yellow_cardsCartões amarelos
  • yellow_red_cardsDuplo amarelo
  • SubstituiçãoSubstituição