O "site" oficial do futebol europeu

Klasnić garante pleno croata

Publicado: Terça-feira, 17 de Junho de 2008, 0.20CET
Polónia 0-1 Croácia
Os croatas alcançaram o pleno no Grupo B, ao somarem a terceira vitória em outros tantos jogos.
Klasnić garante pleno croata
Os jogadores da Croácia festejam o golo do triunfo sobre a Polónia ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

PolóniaCroácia

Golos marcados0
1
Remates à baliza3
 
7
Remates para fora11
 
9
Cantos5
 
1
Faltas cometidas24
 
16
Cartões amarelos2
 
2
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 27/06/2012 14:12 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Publicado: Terça-feira, 17 de Junho de 2008, 0.20CET

Klasnić garante pleno croata

Polónia 0-1 Croácia
Os croatas alcançaram o pleno no Grupo B, ao somarem a terceira vitória em outros tantos jogos.

A Croácia alcançou o pleno no Grupo B do UEFA EURO 2008, ao conseguir a terceira vitória em outros tantos encontros, desta feita frente à Polónia, por 1-0. Polacos que dizem, assim, adeus aos quartos-de-final da competição.

Para a Croácia estava em jogo apenas o brio, uma vez que a equipa segurara já o primeiro posto no grupo. Para a Polónia, por seu turno, restava a esperança de um triunfo expressivo e de uma derrota da Alemanha frente à Áustria. Nada disso aconteceu, apesar de a selecção do Leste europeu ter tentado, por todos os meios, chegar ao golo o mais cedo possível. Porém, teve pela frente uma formação croata defensivamente coesa e a jogar num autêntico bloco, com todos os jogadores a defenderem e a subirem em conjunto para contra-ataques "venenosos" e objectivos, com um futebol prático e simples. Demasiado para um adversário lutador, mas com pouca mobilidade e ideias.

O primeiro lance de emoção surgiu, porém, para a Polónia. Aos 11 minutos, Dariusz Dudka acorreu a um canto da esquerda do seu ataque e cabeceou pouco ao lado da baliza de Vedran Runje. Mas foi pouco para uma formação que precisava de vencer e convencer. Apesar de manter mais posse de bola e atacar com mais frequência, foi a Croácia que dispôs das melhores situações de golo até ao intervalo, graças a contra-ataques rápidos e com movimentações constantes e inesperadas na frente de ataque.

Aos 14 minutos, a Croácia lançou um rápido contra-golpe, com o lateral-esquerdo Danijel Pranjić a fugir pelo seu flanco e a tentar o chapéu ao guarda-redes polaco Artur Boruc, mas a bola saiu ao lado. Aos 20 foi a vez de Hrvoje Vejić cabecear a centímetros do poste direito da selecção polaca, após livre da direita de Hrvoje Vejić, e aos 32 minutos, Ivan Klasnić isolou-se, mas permitiu a defesa de Boruc, um dos melhores em campo. Pranjić era um dos homens mais activos do lado croata, surgindo de novo solto na esquerda, para intervenção do guardião contrário. Ao cair do pano da primeira parte, Klasnić teve mais uma oportunidade nos pés, com Boruc fora dos postes, mas rematou por cima da barra.

O intervalo chegou sem golos e sem grande emoção, e no início da segunda parte a Croácia acabou por conseguir o que sempre pareceu inevitável, ou seja, marcar o primeiro golo da partida. Boa jogada da esquerda de Pranjić, a centrar atrasado para Klasnić, e o avançado a rematar de pronto para o 1-0. Deu a ideia de que o encontro estava sentenciado, dada a forma confortável como os croatas controlavam todas as operações em campo. Porém, Roger Guerreiro conseguiu ainda assustar os líderes do Grupo B, aos 63 minutos, ao receber a bola na grande área, rematando à meia-volta rente ao poste. Euzebiusz Smolarek também assustou, com um bom trabalho e remate forte e colocado a sair perto da baliza, decorria o minuto 81. Mas o vencedor estava encontrado.

Última actualização: 01-02-12 13.49CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2008/matches/round=15093/match=300701/postmatch/report/index.html#croatas+alcancam+pleno