O "site" oficial do futebol europeu

"Coração" turco arranca vitória

Publicado: Segunda-feira, 16 de Junho de 2008, 0.30CET
Turquia 3-2 República Checa
A perder por 2-0, os turcos passaram aos quartos-de-final numa segunda parte de loucos e ajudados pelo bis de Nihat Kahveci perto do fim.
"Coração" turco arranca vitória
Nihat Kahveci é abalroado pelos seus companheiros após o 3-2 ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

TurquiaRepública Checa

Golos marcados3
 
2
Remates à baliza8
 
5
Remates para fora7
 
8
Cantos6
 
2
Faltas cometidas16
 
13
Cartões amarelos4
 
3
Cartões vermelhos1
 
0

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
: teams currently qualified for the final tournament   
: teams running for the play-offs   
Última actualização: 05/06/2015 20:43 CET
Publicado: Segunda-feira, 16 de Junho de 2008, 0.30CET

"Coração" turco arranca vitória

Turquia 3-2 República Checa
A perder por 2-0, os turcos passaram aos quartos-de-final numa segunda parte de loucos e ajudados pelo bis de Nihat Kahveci perto do fim.

A Turquia apurou-se para os quartos-de-final do UEFA EURO 2008, ao vencer a República Checa por 3-2. Num jogo que começou nervoso e algo morno, os minutos finais foram verdadeiramente impróprios para cardíacos, com os turcos a recuperarem sensacionalmente de uma desvantagem de 2-0. Nihat Kahveci foi o herói da partida.

As duas equipas começaram com um ritmo lento, com a ansiedade a tomar conta dos movimentos e a restringir a capacidade ofensiva de ambos os lados. O risco foi praticamente inexistente no primeiro quarto-de-hora. O minuto 16 trouxe os primeiros momentos de emoção, com dois remates de longa distância, um para cada equipa. Primeiro foi Tuncay Şanlı a disparar rente ao poste esquerdo da baliza de Petr Čech. Depois foi Marek Matějovský a obrigar Volkan Demirel a aplicar-se. Aos 22 foi a vez de Marek Jankulovski fugir pela esquerda e centrar para Libor Sionko, que de pronto serviu Jan Koller no meio, mas Servet Çetin cortou no último momento, evitando o golo checo.

Depois do início tenso e bastante táctico, as equipas começaram a abrir mais o seu jogo e a arriscar um pouco nesta fase, embora sem grande clarividência de parte a parte. Mas a República Checa era a melhor formação em campo, pelo que o golo acabou por surgir com naturalidade e pelo homem que estava a dar mais trabalho à defesa turca. Zdeněk Grygera fugiu pela direita e centrou com conta, peso e medida para a cabeça de Jan Koller, que fez o golo, apesar de Demirel ainda ter tocado na bola. Estava feito o primeiro da partida, obrigando a Turquia a subir no terreno. Mas a única coisa que aconteceu foi os checos passarem a ter mais espaço para contra-atacarem, com Koller a alvejar a baliza à mínima oportunidade. Não houve golos até ao intervalo, pelo que o destaque foi para a lesão de Matějovský aos 39 minutos, que obrigou à sua saída para entrada de David Jarolím.

No segundo tempo, Fatih Terim fez sair Semih Şentürk para a entrada de Sabri Sarıoğlu, e o futebol turco mudou por completo. A equipa começou a jogar pelas faixas laterais, em grande velocidade, e a criar problemas à defensiva checa. Aos 53 minutos, Tuncay Şanlı colocou o adversário em sentido, ao acorrer a um centro da esquerda e a cabecear para grande defesa de Čech. Nesta altura estava completamente lançada no ataque. Curiosamente, à passagem da hora de jogo, foi a República Checa a criar um dos melhores lances do jogo, com Koller a correr isolado quase 40 metros, mas a rematar ao lado quando tinha tudo para facturar. Um aviso que se converteria em golo no lance seguinte.

Sionko fugiu pela direita centrou para o segundo poste, onde apareceu Jaroslav Plašil a empurrar com o pé esquerdo para o 2-0. A Turquia, que entrara a todo o gás na etapa complementar, via-se praticamente arredada dos quartos-de-final, ainda com meia-hora para jogar. Em vez de serem os turcos a reagir, a verdade é que o segundo tento virou a partida, com os checos a aproximarem-se diversas vezes da baliza contrária com grande perigo. Aos 70 minutos, Jan Polák rematou ao poste esquerdo da baliza de Demirel, mas a emoção ainda não tinha terminado e, aos 74 minutos, Ardan Turan marcou o seu segundo golo na competição, o 2-1, com um remate do lado esquerdo da grande área, que relançou a esperança nas hostes turcas.

Os comandados de Terim lançaram-se numa avalancha ofensiva, com a defesa checa em grandes dificuldades para afastar os inúmeros cruzamentos contrários e o meio-campo a não segurar a bola para lançar contra-golpes. Aos 81 minutos, Servet Çetin falhou por centímetros o cabeceamento na pequena área, após centro da esquerda. Até que aos 87 surgiu o empate, quando poucos o esperavam, e devido a um erro da grande figura dos checos, Petr Čech. Hamit Altıntop centrou da direita, o guardião do Chelsea FC largou a bola e Nihat Kahveci empurrou para a baliza deserta, fazendo o 2-2. Caia o espectro das grandes penalidades nesta partida, mas Nihat acabaria por apurar a Turquia, ao fugir à marcação da defesa contrária, ficando isolado. O jogador não desperdiçou a oportunidade, ao minuto 89, e fez o 3-0.

Nos derradeiros momentos, a República Checa ainda pressionou, mas não conseguiu marcar, apesar da expulsão de Demirel aos 92 minutos, devido a um empurrão a Koller na grande área. Como o jogo estava parado não houve lugar à marcação de penalty, pelo que os turcos passaram aos quartos-de-final, onde vão defrontar a Croácia.

Última actualização: 27-09-14 5.50CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2008/matches/round=15093/match=300699/postmatch/report/index.html#turcos+afastam+republica+checa

Equipas

Turquia

Turquia

Rep. Checa

República Checa

23
Volkan DemirelVolkan Demirel (GR)
Red Card90+2
1
ČechPetr Čech (GR)
2
Servet ÇetinServet Çetin
2
GrygeraZdeněk Grygera
3
Hakan BaltaHakan Balta
3
PolákJan Polák
6
Mehmet TopalMehmet Topal
Yellow Card6
Substitution57
4
GalásekTomáš Galásek
Yellow Card80
7
Mehmet AurélioMehmet Aurélio
Yellow Card10
6
JankulovskiMarek Jankulovski
8
Nihat KahveciNihat Kahveci (C)
Goal87
Goal89
7
SionkoLibor Sionko
Substitution84
9
Semih ŞentürkSemih Şentürk
Substitution46
9
KollerJan Koller
Goal34
13
Emre GüngörEmre Güngör
Substitution63
17
MatějovskýMarek Matějovský
Substitution39
14
Arda TuranArda Turan
Yellow Card62
Goal75
20
PlašilJaroslav Plašil
Goal62
Substitution80
17
Tuncay ŞanlıTuncay Şanlı
21
UjfalušiTomáš Ujfaluši (C)
Yellow Card90+4
22
Hamit AltıntopHamit Altıntop
22
RozehnalDavid Rozehnal

suplentes

1
Rüştü ReçberRüştü Reçber (GR)
16
BlažekJaromír Blažek (GR)
12
Tolga ZenginTolga Zengin (GR)
23
ZítkaDaniel Zítka (GR)
4
Gökhan ZanGökhan Zan
5
KováčRadoslav Kováč
5
Emre BelözoğluEmre Belözoğlu
8
FeninMartin Fenin
10
Gökdeniz KaradenizGökdeniz Karadeniz
10
SvěrkošVáclav Svěrkoš
11
Tümer MetinTümer Metin
11
VlčekStanislav Vlček
Substitution84
15
Emre AşıkEmre Aşık
Substitution63
Yellow Card73
12
PospěchZdeněk Pospěch
16
Uğur BoralUğur Boral
13
KadlecMichal Kadlec
Substitution80
18
Kazım-RichardsColin Kazım Richards
Substitution57
14
JarolímDavid Jarolím
Substitution39
19
Ayhan AkmanAyhan Akman
15
BarošMilan Baroš
Yellow Card90+5
20
Sabri SarıoğluSabri Sarıoğlu
Substitution46
18
SivokTomáš Sivok
21
Mevlüt ErdinçMevlüt Erdinç
19
SkácelRudolf Skácel

Treinador

Fatih Terim (TUR) Karel Brückner (CZE)

Árbitro

Peter Fröjdfeldt (SWE)

Árbitros assistentes

Stefan Wittberg (SWE), Henrik Andren (SWE)

Quarto árbitro

Grzegorz Gilewski (POL)

Legenda:

  • GolosGolos
  • Auto-goloAuto-golo
  • Grandes penalidadesGrandes penalidades
  • Penalties falhadosPenalties falhados
  • reds_cardCartões Vermelhos
  • yellow_cardsCartões amarelos
  • yellow_red_cardsDuplo amarelo
  • SubstituiçãoSubstituição