O "site" oficial do futebol europeu

Campeão arranca com derrota

Publicado: Quarta-feira, 11 de Junho de 2008, 0.59CET
Grécia 0-2 Suécia
Golos de Zlatan Ibrahimović e Petter Hansson, na segunda parte, derrotaram o detentor do troféu no jogo de abertura, em Salzburgo.
Campeão arranca com derrota
Zlatan Ibrahimović festeja depois de adiantar a Suécia frente à Grécia ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

GréciaSuécia

Golos marcados0
2
Remates à baliza5
 
3
Remates para fora2
 
7
Cantos6
 
6
Faltas cometidas12
 
14
Cartões amarelos3
 
0
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 27/06/2012 14:12 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Publicado: Quarta-feira, 11 de Junho de 2008, 0.59CET

Campeão arranca com derrota

Grécia 0-2 Suécia
Golos de Zlatan Ibrahimović e Petter Hansson, na segunda parte, derrotaram o detentor do troféu no jogo de abertura, em Salzburgo.

A Grécia, actual campeã da Europa, começou da pior forma a defesa do título, ao perder no jogo de abertura do Grupo D do UEFA EURO 2008 com a Suécia, por 2-0. Os comandados de Otto Rehhagel tentaram aplicar a mesma receita de 2004, mas não souberam lidar com a dupla de ataque contrária.

O início da primeira parte prometeu muito, com uma Suécia ofensiva e veloz, com dois pontas-de-lança, Henrik Larsson e Zlatan Ibrahimović, e Christian Wilhelmsson a médio-direito e Fredrik Ljungberg mais à esquerda, em apoio directo aos avançados e a alternarem as subidas às linhas com diagonais perigosas. A Grécia, por seu turno, e apesar de se apresentar com uma linha defensiva de cinco elementos, começou com desenvoltura e vontade de atacar, com velocidade e movimentações na frente. Antevia-se um jogo aberto, mas tal só se verificou até sensivelmente a meio dos primeiros 45 minutos.

Após as primeiras ameaças, os gregos recuaram um pouco a sua linha de meio-campo quando sem a posse de bola, preenchendo muito bem essa zona na primeira fase de construção de jogo, mais para impedir as ofensivas suecas do que propriamente assumir o domínio territorial. Até ao intervalo, a Suécia viu-se manietada pelos campeões europeus, que se limitaram, em diversos e longos períodos do jogo, a trocar a bola entre os seus três defesas-centrais, à procura de uma rara aberta ou oportunidade de lançar um fugaz ataque.

Foi neste contexto, contudo, que a Suécia criou o primeiro grande lance de perigo da primeira parte. Aos 32 minutos, Larsson pegou na bola fora da grande área e assistiu Ibrahimović por alto. O avançado do FC Internazionale Milano desviou de cabeça, por cima de Antonios Nikopolidis, mas a bola saiu a centímetros da barra. Os gregos criavam mais situações através do ex-benfiquista Giorgios Karagounis, muito mexido do lado esquerdo, mas foi Aggelos Basinas, aos 44 minutos, a criar o único lance de emoção para o lado helénico na primeira parte, com um remate de longe. A bola bateu no relvado e dificultou a defesa de Andreas Isaksson.

O intervalo surgiu com um nulo no marcador, e a etapa complementar não começou muito diferente da primeira. Aos 65 minutos, após um cruzamento da direita do ataque helénico, Petter Hansson quase fazia autogolo, mas no lance seguinte a Suécia acabaria mesmo por derrubar a "muralha" grega, com um grande golo. Ibrahimović tabelou com Larsson e o primeiro, com um remate potente e colocado do lado direito, fora da área, bateu o guardião contrário. Estava feito o mais difícil e o "castelo" grego veio mesmo abaixo, fruto da presença de dois avançados na frente de ataque sueca, que dificultou as marcações contrárias.

Aos 72 minutos, os nórdicos chegaram ao 2-0, na sequência de um contra-ataque e de um lance confuso na grande área. Nikopolidis defendeu um primeiro disparo de Larsson, mas na sequência do lance, o defesa Hansson saltou com dois defesas contrários, na pequena área, e a bola acabou por entrar na baliza da Grécia, para desespero de Nikopolidis. A Suécia como que "matou" o jogo, passando agora a controlar as movimentações contrárias e a apostar em trocas de bola seguras, não evitando, contudo, um bom lance de Vasilis Torosidis, perto do fim, com Isaksson a resolver.

Última actualização: 21-01-12 1.23CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2008/matches/round=15093/match=300688/postmatch/report/index.html#suecia+derrota+campea+grecia