O "site" oficial do futebol europeu

Portugal elimina Espanha

Publicado: Segunda-feira, 21 de Junho de 2004, 0.59CET
Espanha 0-1 Portugal
Um golo de Nuno Gomes foi suficiente para apurar o anfitrião para os quartos-de-final no topo do Grupo A e afastar o vizinho ibérico.
por Jorge Vicente
de Estádio José Alvalade

Estatísticas dos jogos

EspanhaPortugal

Golos marcados0
1
Remates à baliza2
 
6
Remates para fora4
 
5
Cantos9
 
11
Faltas cometidas23
 
25
Cartões amarelos3
 
2
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 27/06/2012 14:17 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Publicado: Segunda-feira, 21 de Junho de 2004, 0.59CET

Portugal elimina Espanha

Espanha 0-1 Portugal
Um golo de Nuno Gomes foi suficiente para apurar o anfitrião para os quartos-de-final no topo do Grupo A e afastar o vizinho ibérico.

Um remate de Nuno Gomes, aos 57 minutos, colocou Portugal nos quartos-de-final do UEFA EURO 2004, num encontro muito intenso, com incerteza no marcador até ao derradeiro apito de Anders Frisk.

Com ambos os conjuntos a actuarem em 4x5x1, o “encaixe” táctico apenas perderia o seu equilíbrio na qualidade técnica das individualidades existentes em cada equipa. Desta convicção surgiu a inclusão de Cristiano Ronaldo na equipa titular, no regresso do “miúdo maravilha” ao Estádio que o lançou para o “estrelado mundial”. Face à colocação do veloz Vicente na esquerda do ataque espanhol, Scolari manteve a aposta em Miguel no lado direito da defesa, num quarteto defensivo que além, do perigo de Vicente, teria de contar com a velocidade de Raúl, Fernando Torres, no centro e de Joaquin, na direita.

Os pupilos de Scolari “pegaram” no jogo desde o primeiro minuto, empurrando a equipa espanhola para perto da sua baliza. A formação portuguesa conseguiu três livres indirectos na direita, que resultaram em outros cantos favoráveis à equipa da casa. Com um meio campo, liderado por Costinha, muito agressivo, o “onze” luso garantiu o domínio do encontro durante a primeira meia hora.

Surpreendentemente sem grandes preocupações defensivas, a Espanha permitiu que o jogo fosse disputado a toda a largura do terreno. Figo e Ronaldo por Portugal e Joaquin pela Espanha colocaram o ritmo do encontro a um altíssimo nível, proporcionando um excelente espectáculo de futebol. Miguel, numa das suas incursões atacantes, quase marcou, permitindo a Casillas a primeira grande defesa.

Sem conseguir soltar-se da “teia portuguesa” montada no meio campo, só depois da meia hora é que a Espanha conseguiu responder através de alguns contra-ataques, situação que resultou do abrandamento da pressão portuguesa no sector nevrálgico. Vicente e Joaquin fugiram pelas alas mas os seus cruzamentos não encontraram o melhor seguimento. Nos últimos minutos da primeira parte, tanto a Espanha como Portugal tiveram oportunidade de inaugurar o marcador, porém, ambos os cabeceamentos “erraram o alvo”. Desta forma, Portugal, com cinco remates contra um e 56 por cento de posse de bola, continuava à procura do golo que colocaria a equipa da casa na próxima fase da competição.

Para a segunda parte, Scolari deixou Pauleta no balneário e lançou Nuno Gomes, mantendo o esquema inicial, na procura de maior vivacidade no último terço do terreno, e, no primeiro remate à baliza, o avançado do SL Benfica inaugurou o marcador, aos 57 minutos, através de um pontapé de pé direito, indefensável para Casillas.

A partir do golo português, o ritmo do encontro voltou a subir, com os Espanhóis a deixaram a expectativa na procura do golo que os colocasse novamente nos quartos-de-final. Quatro minutos após o tento português, Fernando Torres, assistido por Alonzo, rematou ao poste direito da baliza defendida por Ricardo.

Figo, aos 67 minutos, de livre directo e, no minuto seguinte, Costinha, de cabeça após pontapé de canto cobrado pelo capitão, deixaram as cerca de 50 mil pessoas presentes no Estádio José Alvalade suspensas com a possibilidade de Portugal alcançar o golo da tranquilidade.

Nesta altura o jogo estava com um ritmo electrizante, e a equipa espanhola voltou a estar perto do golo do empate com Luque a ver o seu remate ser cortado sobre a linha de golo por Ricardo Carvalho, aos 74 minutos, e Juanito, na jogada seguinte, cabeceou à trave da baliza de Ricardo. Scoalri trocou Figo por Petit, antevendo a entrada, aos 80 minutos, de Morientes para o lugar do defesa-central Juanito. A cinco minutos do fim, Couto substituiu Ronaldo na tentativa de segurar a vantagem até ao final.

Nos últimos minutos de jogo foi Portugal que esteve perto de acabar com as dúvidas. Primeiro com Maniche a rematar à baliza e Raúl Bravo a defender em cima da linha, depois foi Costinha a cabecear por cima da trave, quando apenas tinha Casillas pela frente. Finalmente Nuno Gomes, isolou-se, e rematou com Casillas a segurar a bola com dificuldade.

Última actualização: 26-06-12 12.49CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2004/matches/round=1581/match=1059180/postmatch/report/index.html#portugal+afasta+espanha

Equipas

Espanha

Espanha

Portugal

Portugal

23
CasillasIker Casillas (GR)
1
RicardoRicardo (GR)
4
AlbeldaDavid Albelda
Yellow Card8
Substitution66
4
Jorge AndradeJorge Andrade
5
PuyolCarles Puyol
Yellow Card74
6
CostinhaCostinha
6
Iván HelgueraIván Helguera
7
Luís FigoLuís Figo (C)
Substitution78
7
Raúl GonzálezRaúl González (C)
9
PauletaPauleta
Yellow Card7
Substitution46
9
TorresFernando Torres
13
MiguelMiguel
14
VicenteVicente
14
Nuno ValenteNuno Valente
15
Raúl BravoRaúl Bravo
16
Ricardo CarvalhoRicardo Carvalho
16
Xabi AlonsoXabi Alonso
17
RonaldoCristiano Ronaldo
Substitution85
19
JoaquínJoaquín
Substitution72
18
ManicheManiche
22
JuanitoJuanito
Yellow Card68
Substitution80
20
DecoDeco

suplentes

1
CañizaresSantiago Cañizares (GR)
12
QuimQuim (GR)
13
AranzubiaDaniel Aranzubia (GR)
22
MoreiraMoreira (GR)
8
BarajaRubén Baraja
Substitution66
5
CoutoFernando Couto
Substitution85
10
MorientesFernando Morientes
Substitution80
8
PetitPetit
Substitution78
11
LuqueAlbert Luque
Substitution72
21
Nuno GomesNuno Gomes
Substitution46
Goal57
Yellow Card65
2
CapdevilaJoan Capdevila
2
FerreiraPaulo Ferreira
12
GabriGabri
3
Rui JorgeRui Jorge
17
EtxeberriaJoseba Etxeberria
10
Rui CostaRui Costa
18
César MartínCésar Martín
11
SimãoSimão
20
Xavi HernándezXavi Hernández
15
BetoBeto
21
ValerónJuan Carlos Valerón
19
TiagoTiago
23
Hélder PostigaHélder Postiga

Treinador

José Ignacio Sáez (ESP) Luiz Felipe Scolari (BRA)

Árbitro

Anders Frisk (SWE)

Árbitros assistentes

Kenneth Petersson (SWE), Peter Ekström (SWE)

Quarto árbitro

Stuart Dougal (SCO)

Legenda:

  • GolosGolos
  • Auto-goloAuto-golo
  • Grandes penalidadesGrandes penalidades
  • Penalties falhadosPenalties falhados
  • reds_cardCartões Vermelhos
  • yellow_cardsCartões amarelos
  • yellow_red_cardsDuplo amarelo
  • SubstituiçãoSubstituição