O "site" oficial do futebol europeu

Técnicos pensam nos próximos jogos

Publicado: Terça-feira, 15 de Junho de 2004, 0.58CET
Lars Lagerbäck admitiu que o resultado o deixa muito satisfeito, mas lembrou que a goleada imposta à Bulgária não transforma a Suécia numa selecção candidata à vitória final no EURO 2004™.

Estatísticas dos jogos

SuéciaBulgária

Golos marcados5
 
0
Remates à baliza9
 
3
Remates para fora2
 
7
Cantos5
 
3
Faltas cometidas22
 
20
Cartões amarelos2
 
4
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 27/06/2012 14:17 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Publicado: Terça-feira, 15 de Junho de 2004, 0.58CET

Técnicos pensam nos próximos jogos

Lars Lagerbäck admitiu que o resultado o deixa muito satisfeito, mas lembrou que a goleada imposta à Bulgária não transforma a Suécia numa selecção candidata à vitória final no EURO 2004™.

Lars Lagerbäck, que forma com Tommy Söderberg a dupla de seleccionadores suecos, admitiu que o resultado o deixa muito satisfeito, mas lembrou que a goleada imposta à Bulgária não transforma a Suécia numa selecção candidata à vitória final no EURO 2004™.

Manter a concentração
“Este é apenas o primeiro passo. Não nos podemos dar por satisfeitos. Sabemos que temos que somar mais pontos para obtermos a qualificação para a próxima fase e por isso vamos manter a concentração absoluta.”

Concentração para o próximo jogo
O técnico sueco adiantou ainda que não deu importância ao empate entre a Itália e a Dinamarca, que deixa a sua equipa isolada no comando do Grupo C. "Não nos preocupamos com o outro resultado do grupo. Estávamos absolutamente concentrados neste jogo e a partir de amanhã vamos estar concentrados no jogo com a Itália.”

Exibição magnífica
Por outro lado, Lagerbäck não poupou elogios ao herói do jogo, o regressado Henrik Larsson. “É fácil ser treinador quando se tem um jogador com o Henrik [Larsson]. A Bulgária jogou bem na primeira parte e nós esperávamos desse período. Na segunda parte, fizemos uma exibição magnífica ao longo dos 45 minutos.”

Resultado foi o mais importante
O antigo avançado do Celtic FC, considerado o Melhor em Campo, revelou-se feliz, mas manteve a modéstia. “Jogámos bem na primeira parte. O meu primeiro golo foi muito bom, mas estou feliz sobretudo porque alcançámos o resultado que pretendíamos. O mais importante é termos ganho os três pontos.”

Resultado injusto
Já o seleccionador búlgaro, era um homem triste, mas não conformado com a dimensão da goleada. Plamen Markov até gostou da exibição dos seus pupilos nos primeiros 45 minutos. “Em primeiro lugar, tenho que dar os parabéns à Suécia pela vitória. Na primeira parte, o jogo até foi equilibrado. Apesar de termos chegado ao intervalo a perder, jogámos bem nos primeiros 45 minutos. Os jogadores fizeram aquilo que eu lhes pedi. Na segunda parte, eles entraram muito bem e tomaram a iniciativa. Demonstrámos algumas fraquezas apesar de termos tido ocasiões para empatar a partida. No fim de contas, a Suécia mereceu ganhar, mas o resultado é demasiado desnivelado”, concluiu.

Última actualização: 15-06-04 1.06CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2004/matches/round=1581/match=1059169/postmatch/quotes/index.html#tecnicos+pensam+proximos+jogos